PF em diligências nas gráficas da chapa Dilma-Temer | Fábio Campana

PF em diligências
nas gráficas da chapa Dilma-Temer

unnamed

A Polícia Federal realiza na manhã desta terça-feira, 27, uma operação para verificar a capacidade de empresas subcontratadas por gráficas que receberam valores da chapa de Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB). A ação foi autorizada pelo ministro Herman Benjamin, relator do processo no Tribunal Superior Eleitoral que pode levar à cassação da chapa vitoriosa na eleição presidencial de 2014. Estão na mira as gráficas Red Seg Gráfica, Focal e Gráfica VTPB e outras empresas subcontratadas por elas. Não há mandados de prisão, apenas diligências eleitorais. As informações são de Fausto Macedo, Breno Pires e Fabio Serapião no Estadão.

Entre as ações pedidas pelos investigadores e autorizadas pelo relator estão a verificação da capacidade operativa das empresas contratadas, verificação de documentos contábeis e fiscais, realização de entrevistas e colheita de depoimentos na sede da Justiça Eleitoral do local ou outra unidade judicial. O ministro Herman Benjamin também autorizou a quebra de sigilo de pessoas físicas e jurídicas suspeitas de “desvio de finalidade”.

A PF afirma que não se manifestará sobre os mandados cumpridos por ordem do TSE. A operação é supervisionada pelo juiz auxiliar da Corregedoria-eleitoral e coordenada pelo corpo de peritos do TSE. São realizadas diligências em cerca de 20 locais em São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina.

O Estado revelou na semana passada que a força-tarefa da Polícia Federal, Receita e Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), criada por determinação do TSE para analisar as contas da campanha da chama Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB), encaminhou um laudo ao ministro Herman Benjamin.

Nas 80 páginas do documento, os peritos apontam indícios de “desvio de finalidade” dos recursos da chapa. O próprio Ministério Público Eleitoral também analisou o relatório e apontou a existência de indícios de “fortes traços de fraude e desvio de recursos” da campanha. Diante do documento, o ministro Herman Benjamin deu na sexta-feira, 16, o prazo de cinco dias para as partes envolvidas na ação de manifestarem.

Um das gráficas que prestaram serviços à chapa, a Focal, recebeu cerca de R$ 24 milhões de reais e já foi alvo da Lava Jato. Segundo maior fornecedora da campanha petista em 2014, a empresa pertence a Carlos Roberto Cortegoso. O empresário é investigado pela Polícia Federal e Ministério Público Federal na Custo Brasil e é réu por suposta ocultação de propinas.

Segundo um laudo pericial contábil do TSE, a empresa teria recebido R$ 3,2 milhões de forma irregular da campanha presidencial de 2014 e pode ter sido usada para desvios de recursos eleitorais.


8 comentários

  1. Sergio Silvestre
    terça-feira, 27 de dezembro de 2016 – 13:59 hs

    Engaçado né,eles nos acham idiotas,estão procurando pedras comuns no meio de um monte de diamantes.Esquisito isso,vem ai um movimento popular de intervençaõ,ai que ro ver esses marajás que hoje ganmham mais de 100 mil reais por mes .

  2. terça-feira, 27 de dezembro de 2016 – 14:23 hs

    perguntar não ofende! por que só agora ?

  3. terça-feira, 27 de dezembro de 2016 – 14:23 hs

    perguntar não ofende! por que só agora ?

  4. terça-feira, 27 de dezembro de 2016 – 14:23 hs

    perguntar não ofende! por que só agora ?

  5. PHILLIPS
    terça-feira, 27 de dezembro de 2016 – 22:25 hs

    CADA ENXADADA UMA MINHOCADA

  6. FUI !!!
    quarta-feira, 28 de dezembro de 2016 – 7:12 hs

    O Temer deve estar tomando sonífero toda noite desde que assumiu
    a Presidencia. Sabe das falcatruas da dupla Dilma / Temer e por puro oportunismo “ficou” Presidente. Claro que as investigações caminham
    para consolidar a sua cassação. Vice de trambiqueira continua tram-
    biqueiro e fim de papo !!!

  7. PIMENTA PURA
    quarta-feira, 28 de dezembro de 2016 – 7:13 hs

    O que precisa fazer é meter toda esta tigrada na cadeia. Estas grá-
    ficas estão mais que comprovadas que foram pura lavagem de dinhei-
    ro do PT.

  8. PIMENTA PURA
    quarta-feira, 28 de dezembro de 2016 – 9:58 hs

    O grande problema é que a Dilma e o Temer esqueceram as suas
    carteiras de identidade nas gráficas…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*