Míriam Gonçalves esclarece | Fábio Campana

Míriam Gonçalves esclarece

mimi

Recebi da vice-prefeita Míriam Gonçalves mensagem que esclarece sua posição sobre os decretos que baixou ontem e que não foram publicados. Assim, ela retifica o post publicado aqui e que vc pode ler clicando no link da matéria “Os últimos dias de Fruet e o rebu das capivaras”. Agradeço a mensagem. É o que segue:

Caro Fábio

O decreto que editei não é de desapropriação. Declarei os terrenos de utilidade pública para apaziguar um conflito de terras. É bem diferente. A desapropriação, se feita, é passo seguinte. E pode começar a ser paga em cinco anos (inclusive na próxima administração). Depende da negociação que se faça, ou não. Os moradores também pagam, não recebem gratuitamente.

No outro decreto não abonei faltas, que seria pagá-las. Apenas determinei a retirada da anotação da ficha funcional, que serve para não prejudicar a carreira dos servidores. Não envolve dinheiro!


9 comentários

  1. Fiora Neto
    domingo, 4 de dezembro de 2016 – 9:58 hs

    Tipo de gente totalmente irresponsável, que devemos execrar de nossa sociedade … no apagar das luzes de uma péssima passagem pela prefeitura, a vice inexpressiva, que só foi guindada ao poder pela onda de eufórica da esquerda corrupta, toma decisões equivocadas que deixam no colo do sucessor mais problemas de herança maldita da era PT.

  2. Alexander Thomas
    domingo, 4 de dezembro de 2016 – 10:52 hs

    Como assim, “não prejudicar a carreira “…..
    Grande parte são meliantes, vagabundos, tocando fogo e destruindo propriedade privada a mando dos dirigentes do PT.
    Precisamos saber quem são, precisamos saber nos proteger desta corja….

  3. Zé Mané
    domingo, 4 de dezembro de 2016 – 16:44 hs

    Ká ká ká abonar falta é o mesmo que dizer que elas nunca existiram. E qual é o problema para o servidor ter faltas na sua ficha funcional? Nada. Falta nunca demitiu servidor algum, só se o tigrão se recusar a vir trabalhar, aí corre sério risco de perder a boquinha. . Mas a prefeita está mentindo, mas vindo de pestista é até admissível, é porque o tigrão que falta injustificadamente ao serviço tem a sua Licença-prêmio por Assiduidade derrogada. E daí, o cara não perde o direito a tal “Licença”. Mas a prefeita pestista-mentirosa não sabia disto? E se sabia porque abonou as faltas dos faltosos? Mas picareta é assim mesmo, só conta o seu lado da “estória”.

  4. Engenheiro Curitibano
    domingo, 4 de dezembro de 2016 – 17:52 hs

    “Não prejudicar a carreira”? Somos nós que pagamos o salário destes servidores, com nossos impostos! Se as faltas não foram abonadas, eles devem ser punidos! Esta senhora faz cortesia com o dinheiro suado dos curitibanos! Quando a gente pensa que o PT chegou ao fundo do poço, se engana! O PT pode ainda nos surpreender! Muito triste para o Brasil, que precisa de uma esquerda responsável!

  5. ELEITOR CURITIBANO
    domingo, 4 de dezembro de 2016 – 21:05 hs

    Vergonha….vergonha.Essa petezada esta anulada.Que nossos eleitores tenham olhos abertos e jamais venham a eleger essa gentalha da desordem.

  6. Renato Britto Barros
    domingo, 4 de dezembro de 2016 – 21:43 hs

    Essa incompetente vice, deveria fazer o na UNIBRASIL, quero ver se lá onde ela é dona, ela abona as faltas de seus funcionários ou retira as anotações de faltas dos mesmos.
    No bolso dela ela não mexe.
    Jogar as indenizações para o futuro prefeito é mais uma falta de respeito para com o prefeito GRECA.
    Daqui há dois anos quando a vice for sair candidata a deputada federal a mesma irá dizer que deixou tudo acertado. Puro engano.

    FORA FRUET FORA PT VIVA A LAVA JATO.

  7. henry
    segunda-feira, 5 de dezembro de 2016 – 10:15 hs

    PERCEBAM QUE TODO verme petista JÁ NASCE COM A CARA DE petista. ESTA É UMA DELAS. NEM A MAQUIAGEM COBRE AS FEIÇÕES QUE SÓ ESTES VERMES APRESENTAM.

  8. Pedro Paulo
    segunda-feira, 5 de dezembro de 2016 – 10:17 hs

    Capivara vermelha!

  9. Karamba
    segunda-feira, 5 de dezembro de 2016 – 12:14 hs

    O servidor faltou? Já prejudicou a população que lhes paga os salários. Pois que receba as anotações a que fez jus e que são de direito, ora bolas!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*