Marcello Richa e a nova economia do Paraná | Fábio Campana

Marcello Richa e a nova economia do Paraná

unnamed

O presidente do Instituto Teotônio Vilela, Marcello Richa, destacou nesta quinta-feira (1º de dezembro), manteve o bom ciclo econômico em função do ajuste fiscal feito em 2015, como medida preventiva à atual crise econômica do Brasil.

“Os ajustes devem continuar, mas o que feito em 2015 previa a crise econômica que já se avizinhava e hoje toma conta do Brasil e dos estados que decretaram situação de falência das finanças e da economia”, disse Marcello Richa no encontro de prefeitas e prefeitos eleitos.

Ele completou: “O que fizemos foi o dever de casa, respiramos, e hoje o Paraná ultrapassou importantes estados. e hoje, somos o segundo mais competitivo do país, e claro, com o espírito municipalista e republicano”.

Apesar do ajuste fiscal, Marcello Richa citou o pacto federativo como entrave para o desenvolvimento dos municípios brasileiros. “O problema desta equação do pacto federativo, em que um grande montante de recursos fica concentrado na União, o que torna muito difícil para que os prefeitos consigam encontrar soluções aos problemas enfrentados pelas cidades no dia-a-dia”.

Evento de apoio – Por isto, Marcello Richa destacou o surgimento de novas lideranças e ainda a importância do encontro de gestores públicos para dispor os programas, suporte e o amparo do Estado, aos municípios paranaenses. “Este encontro é de grande importância para os novos prefeitos que assumem a partir de janeiro, e querem e vão contar com o Governo do Estado”, disse.

“Com as finanças em dia, com a economia do estado sadia, e com um governo republicano e municipalista para fazer parcerias, programas, obras e recursos, para melhorar, de verdade, a qualidade de vida de todos os irmãos paranaenses. Evento importante ainda no sentido de qualificar ainda mais as equipes dos prefeitos vem trazendo aqui para o evento”, destacou.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*