Renan engana Requião | Fábio Campana

Renan engana Requião

renan_requiao

Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado, deu uma engabelada no colega Roberto Requião (PMDB-PR), relator do projeto de lei que modifica a lei de abuso de autoridade. Renan articulou e o Senado aprovou na noite desta terça-feira, 22, um requerimento de urgência para a votação do projeto. Na prática, a partir de agora, a proposta pode ser votada a qualquer momento no plenário. O projeto foi criticado por entidades do setor que acreditam que o texto é uma ameaça às investigações da Lava Jato. Com informações de Isabela Bonfim no Estadão.

De acordo com um calendário de votações apresentado por Renan, o projeto deve ser apreciado em 6 de dezembro, mas o peemedebista já indicou que pode colocar a proposta em votação logo após as sessões temáticas de debates do projeto, que se encerram em 1.º de dezembro.

Nessa quarta-feira, 22, o Senado realiza o primeiro debate, para o qual foram convidados o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Já no dia 1º, a discussão deve contar com a presença do juiz Sérgio Moro, que já se disse contrário à proposta.

(foto: Agência Senado)


4 comentários

  1. CLOVIS PENA - Pobre Nação !!
    quarta-feira, 23 de novembro de 2016 – 12:01 hs

    Brasileiros assistem réus, amigos de réus, sócios de réus, parentes de réus e de condenados pela justiça, reunidos por motivos inconfessáveis para decidir sobre as leis que regulam crimes e autores de crimes contra o povo . Pobre Nação !!

  2. CURITIBANO
    quarta-feira, 23 de novembro de 2016 – 12:25 hs

    Não se pode combater o crime organizado quando ele está entranhado nos podres poderes da república. Somente com o aço da espada se combate !

  3. Pedro Mota
    quarta-feira, 23 de novembro de 2016 – 14:18 hs

    Mas que leva estês homens da lei temer está possível lei de abuso de autoridades ??? Ué não fazem nada ,não tortura psicológicamente e nem bate e nem força a pessoa confessar nada que não deva e nem ameaça …deixem aprovar a lei aí ficará tudo certo justiça para todos

  4. JOSE
    quarta-feira, 23 de novembro de 2016 – 16:42 hs

    duas cobras.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*