Esquerda decide tocar o terror | Fábio Campana

Esquerda decide tocar o terror

manifestacao-contra-a-pec-55-termina-em-confronto-ent

baderneiro-foto-pcdf
A violência de ontem em Brasília revelou alteração de estratégia de entidades como CUT e MST: a ordem agora é “tocar o terror” e não apenas “protestar” contra o limite dos gastos públicos, dos quais se locupletaram nos governos do PT. O objetivo de invadir o Congresso, para impedir sessões na Câmara e no Senado, foi frustrado pela pronta ação da Polícia Militar do DF. Adotou-se o “plano B”, para destruir ou depredar lixeiras, cones, banheiros químicos, automóveis e prédios. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

A inteligência policial detectou bandidos comuns associados aos organizadores do protesto violento. Sete ministérios foram depredados. Antes de incendiar, os bandidos do “protesto” de Brasília saquearam os carros, nas proximidades da Catedral de Brasília. Além de promoverem destruição, os bandidos também agrediram covardemente cidadãos que tentavam se afastar da área de conflito.


8 comentários

  1. BETO
    quarta-feira, 30 de novembro de 2016 – 12:52 hs

    Meia duzia de vagabundos a serviço do Fascista Lula da Silva, câncer do Brasil. A Polícia falha ao não descer a borracha nesse quadrilheiros. Tem que manter a ordem descendo a lenha nesses vagabundos. LULA NA CADEIA URGENTEMENTE.

  2. Macambúzio
    quarta-feira, 30 de novembro de 2016 – 12:54 hs

    Lula, ontem em BH, mandou tocar fogo em tudo!!! Já que NINGUÉM TEM CORAGEM PARA PRENDÊ-LO…

  3. Sergio Silvestre
    quarta-feira, 30 de novembro de 2016 – 13:29 hs

    Querem o que?Não viram o congresso o que fez ontem?Só na porrada se acerta esse Pais.

  4. Dosel Jr.
    quarta-feira, 30 de novembro de 2016 – 14:27 hs

    Perguntem para a Gleisi, o que ela acha deste movimento. Em Curitiba, na Câmara Municipal, a vereadora professora Josete do PT disse que se tratava de manifestação pacífica…

  5. Toledano
    quarta-feira, 30 de novembro de 2016 – 15:00 hs

    Saíram dois ônibus de vândalos de Cascavel, pagos pelos sindicatos da Unioeste. A universidade é um antro de vadios e marajás, salvo raras exceções que estão proibidas de se manifestar.

  6. pato-branquense
    quarta-feira, 30 de novembro de 2016 – 17:31 hs

    Passou da hora de descerem a borracha no lombo dessa cambada…

  7. mariana
    quarta-feira, 30 de novembro de 2016 – 17:46 hs

    Terroristas. Ponto final.

  8. Jose
    quarta-feira, 30 de novembro de 2016 – 21:01 hs

    pq, q esses vagabundos, safados, cretinos não fizeram isso no ano passado tambem?
    sou contra o q os bandidos fizeram ontem, traidores de 2.500.000 assinaturas para acabar com a corrupção.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*