Deputados aprovam orçamento para 2017. Sem reajuste de salários em janeiro | Fábio Campana

Deputados aprovam orçamento para 2017. Sem reajuste de salários em janeiro

unnamed
O presidente da Assembleia, Ademar Traiano, logo que recebeu a notificação do Tribunal de Justiça cassando a liminar que impedia a votação do projeto que suspende o reajuste dos servidores em janeiro, retomou a sessão. Em segunda votação, os deputados aprovaram na noite desta quinta-feira (25), por 35 votos favoráveis e 15 contrários, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2017, com a emenda que suspende o reajuste salarial dos servidores públicos, que estava previsto para o próximo mês de janeiro. O orçamento de 2017 prevê uma receita líquida de R$ 56,5 bilhões, um acréscimo de 5,16% sobre a arrecadação de 2016. Sobre o ICMS, a LDO estima um aumento de arrecadação de 5,52%, ou R$ 1,4 bilhão. Já no IPVA a expectativa é de redução de 1,68% (R$ 56,14 milhões).

Já as transferências correntes, oriundas de impostos federais estão previstas em R$ 9,7 bilhões, um crescimento de R$ 523,8 milhões em relação ao ano anterior, o que para o Estado é um crescimento pequeno, pois demonstra uma “queda real de receita, reflexo da piora da economia e da queda de arrecadação do governo federal”. As despesas correntes e despesas de capital previstas para 2017 somam R$ 56 bilhões. Somente em pessoal e encargos sociais a previsão de despesa é de R$ 28 bilhões, “crescimento de R$ 1,77 bilhão ou 10,27% sobre a projeção de 2016”.


3 comentários

  1. SOMBRA
    sexta-feira, 25 de novembro de 2016 – 9:34 hs

    Uma grande palhaçada,e o servidor paga a conta incompetência.

  2. Zé da Bota
    sexta-feira, 25 de novembro de 2016 – 9:51 hs

    Chupa Requião (Pai e Filho)…. Chupa APT Sindicato….hehe

  3. Djair
    sexta-feira, 25 de novembro de 2016 – 14:28 hs

    Que engraçado esses políticos, quando foi para reajustar os salários do auto escalão do judiciário, MP, TCE e ainda fornecer auxilio moradia acima de quatro mil, não havia crise , só agora apareceu. Esses políticos não serão esquecidos nas próximas eleições, o que é d vcs está guardado!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*