Delator aponta participação de Mac Donald em esquema investigado na Operação Pecúlio | Fábio Campana

Delator aponta participação de Mac Donald em esquema investigado na
Operação Pecúlio

mac-donald

O ex-prefeito de Foz do Iguaçu, Paulo Mac Donald (PDT), com a candidatura impugnada pelo TRE-PR pela lei da ficha suja, agora se vê envolto em denúncias feitas no âmbito da “Operação Pecúlio” que investiga irregularidades na prefeitura da cidade. De acordo com a delação premiada feita pelo ex-secretário Melquizedeque Souza, os esquemas de desvio tiveram as portas abertas por ex-auxiliares de Mac Donald.

O delator afirma que assessores de Mac Donald, Márcio Ferreira e Evandro Ferreira, foram os primeiros a serem contatados por Souza ainda no governo pedetista. Evandro teria entregado todas as informações do banco de dados da prefeitura ao delator e Márcio realizava captações de recursos com o lobista Moacir Fernandes.

Para complicar ainda mais a situação de Mac Donald, o delator disse que o ex-prefeito havia assediado o empresário Luiz Mario Demio, dono da Lexsom, para se tornar sócio da empresa e manter o controle das informações da Prefeitura. O ex-prefeito já foi citado em outra investigação envolvendo empresas de transporte coletivo, inclusive acabou levado para depor, numa condução coercitiva, no início deste ano.


3 comentários

  1. Juliano
    quinta-feira, 10 de novembro de 2016 – 20:02 hs

    Caindo a máscara

  2. Joziane Schulz
    sexta-feira, 11 de novembro de 2016 – 8:06 hs

    é um cara de pau este senhor.

  3. Anônimo
    sexta-feira, 11 de novembro de 2016 – 16:06 hs

    A máscara de honesto do Dr Paulo caiu!Brasil

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*