Defesa de Lula insinua que Moro é nazista e Curitiba é uma província agrícola | Fábio Campana

Defesa de Lula insinua que Moro é nazista e Curitiba é uma província agrícola

batochi-moro

O juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e promotores do Ministério Público Federal foram personagens de uma audiência acalorada na tarde de hoje (21). A sessão do dia tratava do interrogatório de testemunhas de acusação na ação penal em que Lula é réu no âmbito da Operação Lava Jato.

As discussões aconteceram durante o depoimento do ex-senador Delcídio do Amaral, a primeira testemunha a ser ouvida. Os advogados do petista contestaram por diversas vezes a relevância de perguntas que eram formuladas pelos promotores que, segundo eles, fugiam do escopo do processo. A defesa também alegou que o depoente estava respondendo com base em suposições e não em fatos objetivos.

“A defesa, pelo jeito, vai ficar levantando questão de ordem a cada dois minutos? É inapropriado”, disse Moro à defesa de Lula.

O advogado de Lula, Roberto Batochio se exaltou. Disse que “o juiz não é o dono do processo” e que a lei permite aos defensores fazer o uso da palavra. “Ou se vossa excelência quiser eliminar a defesa… E eu imaginei que isso já tivesse sido sepultado em 1945 pelos aliados e vejo que ressurge aqui, nesta região agrícola do nosso país.”

Em 1945, a Alemanha nazista – um regime totalitário – foi derrotada pelas nações aliadas, fato que marcou o término da II Guerra Mundial na Europa.

(foto: montagem)


23 comentários

  1. Dosel Jr.
    terça-feira, 22 de novembro de 2016 – 13:28 hs

    Estes advogados estão na deles. Acontece que defender o indefensável não é possível diante da lógica do direito. Como eles estão recebendo e muito bem, para isso, poderão protestar enquanto a autoridade do Juiz não for colocada em cheque. A partir deste momento, é a vida livre daque eles defendem que vai pagar o pato.

  2. Dosel Jr.
    terça-feira, 22 de novembro de 2016 – 13:34 hs

    PROVÍNCIA DA VERDADE

    E tem outra, este senhor devia medir suas palavras pois ao agredir o Juiz Sergio Moro chamando Curitiba de Província Agrícola, está também, ofendendo todos os curitibanos. Não que ser província agrícola ofenda alguém, mas da forma que ele falou e o tom das suas palavras, deu para entender que somos pequenos para julgar seu cliente ladrão.Aqui seu moço, é a Capital da Decência e da Verdade!.

  3. Rodiney Carneiro
    terça-feira, 22 de novembro de 2016 – 13:48 hs

    “Pragas”.

  4. terça-feira, 22 de novembro de 2016 – 14:02 hs

    É QUE NUNCA NO BRASIL;;; TEVE UM HOMEM DE RAÇA E BRIO…PARA DESNUDAR AS MALEZAS QUE OCORRIAM NO BRASIL TODO…….AGORA ..CURITIBA ..É UMA REPUBLICA SIM;;;DE PESSOAS DO BEM E DE TRABALHO SÉRIO;;;QUE NÃO VIVEM DE SALÁRIOS..DE CERTOS POLITICOS;;;;;;;;;;;

  5. TADEU ROCHA
    terça-feira, 22 de novembro de 2016 – 14:04 hs

    NAZISTA O MORO, GRAÇAS A DEUS QUE APARECEU ELE VIDA DOS BRASILEIROS, PARA PRENDER ESSES LADRÕES., GRANDE MORO, É ISSO AI CADEIA NELES……………..

  6. Juca
    terça-feira, 22 de novembro de 2016 – 14:07 hs

    Está batendo o desespero até nos advogados do marginal!

  7. CURITIBANO
    terça-feira, 22 de novembro de 2016 – 14:11 hs

    Quando os idiotas não têm mais argumentos eles apelam para a ignorância……perdem a razão e a questão……isto é bom !

  8. terça-feira, 22 de novembro de 2016 – 14:13 hs

    E a “patota” deixou eles saírem vivos de Curitiba??? ha… que pena!!!

  9. Plantador de Alface
    terça-feira, 22 de novembro de 2016 – 14:51 hs

    Esses advogadinhos pés de chinelo, porta de cadeias, ou seja esses defensores de jararaca deveriam se preocupar com outras coisas la da Provincia Petista Poluida Amaldiçoada chamada GRANDE ABC.

    Vão cuidar dos bandidos de la suas tralhas.

    Não venham falar de região agrícola com o intuito de diminuir nosso estado, seu boçal.
    Viva ai no ABC, seu mané, pra cada bairro 10 favelas, frutos da herança de seu partido PT.

    E tem mais, o Juiz Moro se conteve e faz parte do seu oficio aturar asneiras de depoentes e advogados.

    Mas não venha sair na rua para nos ofender como paranaenses que somos e temos orgulho de ter gente que luta por todos os brasileiros nos tribunais.

    Fica ai no ABC seu puxa-saco, dependente de favores, sangue suga. E tem mais, se voltar a Curitiba, venha nos ofender aqui no Alto da Xv, sujeitinhos mal acabados.

  10. Rodrigo Lima
    terça-feira, 22 de novembro de 2016 – 14:57 hs

    Comparar o adversário a Hitler? Parabéns pela originalidade, advogado! Criativo e inovador!

  11. Gerson Luiz
    terça-feira, 22 de novembro de 2016 – 15:18 hs

    O seu doutor das capitar, nóis aqui do interior vamo bota seu chefe, o ricaço corrupto no xilindró, e lá o vivente vai aprende que pra ganha dinheiro tem que trabaiá, e não roba dos pobre, e se de sorte ele vai aprende a pega na enxada e pranta uma horta, já o senhor, seu doutor das capitar, vai suja bastante esse sapato italiano pra visita seu criente aqui no interior, e aí vai intende porque somo chamado de pé vermeio.

  12. Branco Véio
    terça-feira, 22 de novembro de 2016 – 15:39 hs

    Começo a desconfiar que o Juiz Moro corre sério risco de ser preso ao final desse mega-escândalo do Petrolão!!! Os ladrões cerraram fileiras contra as investigações e não descansarão enquanto o magistrado do Paraná não for afastado e encarcerado!!! Esperem e vejam!!

  13. A CULPA E DO FHC
    terça-feira, 22 de novembro de 2016 – 17:09 hs

    ESSES ADVOGADOS ESTÃO RECEBENDO SEUS HONORÁRIOS “COM E SEM NOTA FISCAL”!!

    PORTANTO ESTÃO FAZENDO O SEU TRABALHO DE TENTAR TIRAR O FOCO DA REALIDADE DOS FATOS.

    NÃO SE DISCUTE O MÉRITO E SIM QUESTÕES PERIFÉRICAS SUBJACENTES OU FILIGRAMAS PROCESSUAIS.

    POR AQUI PODE SER PROVÍNCIA – ATÉ ACHO QUE NÃO DEIXAMOS DE SER A QUINTA COMARCA DE SÃO PAULO ATÉ HOJE – MAS OS LADRÕES DO DINHEIRO PUBLICO NÃO SÃO DAQUI – LULA – ZÉ DIRCEU – VACARI – CUNHA –
    PODEMOS ATÉ SER VERDUREIROS MAS SOMOS HONESTOS!

    SERGIO MORO NELES!!!!!

  14. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 22 de novembro de 2016 – 17:22 hs

    Manjadíssima a tática da banca. Procurar enervar ao máximo o juiz Sérgio Moro. Difícil, acho.
    Aquela do Lula pedir a prisão do juiz foi de pelar o pescoço da gralha.

  15. Tarzan
    terça-feira, 22 de novembro de 2016 – 17:34 hs

    Como diz o dito popular ” ENQUANTO A CARAVANA PASSA, OS CÃES LATEM” Juiz Moro, deixe eles latindo, latindo e latindo.

  16. LUIZ EDUARDO HUNZICKER
    terça-feira, 22 de novembro de 2016 – 23:11 hs

    Sr Dosel Junior, tem certeza do que está falando? Há questões no STF contra o governo richa. Pena que o STF é leniente, moroso, mais devagar do que tartaruga grávida.

  17. Caipira Pé vermeio
    quarta-feira, 23 de novembro de 2016 – 1:21 hs

    AO ADVOGADO Roberto Batochio
    UM DOS advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, gostaria de encontra-lo para observar de perto tamanha soberba,,,

    segundo o Requião, para quem está no infinito da podridão, não custa abraçar o lucide,,, siga em frente doutor,,, que aposto estudou as custas do dinheiro dos nossos impostos, em faculdade publica…por que o lulinha paz & amor não pega um helicóptero e faz o trajeto do ulisses guimaraes.(quantas brechas na constituição???)… falso profetas…irão morrer na seco e arreganhados!!! na mingua… mendigos..

  18. Caipira Pé vermeio
    quarta-feira, 23 de novembro de 2016 – 1:23 hs

    gostariaria de ter um momento c esse medíocre, hipócrita Dr. Roberto Batochio, advogado do lulinha malandrinho,,, por que???

    para cuspir na cara dele,,, arrisca a sorte doutor,,,

  19. Caipira Pé vermeio
    quarta-feira, 23 de novembro de 2016 – 1:29 hs

    NAZISTA Roberto Batochio ???

    DEVE SER A SUA MÃE!!! CALHORDA RESPEITA O POVO DO PARANÁ!!! SOMOS O QUARTO ESTADO DA FEDERAÇÃO QUE MAIS ARRECADA IMPOSTO DA UNIÃO!!!

    PALHAÇO…MEDIOCRE
    !!!
    AQUI NÃO PERERINHA… VAI TRABALHAR…AQUI NÃO É O RIO DE JANEIRO E TÃO POUCO SÃO PAULO E NEM MINAS GERAIS…AQUI O BAGUIO É DOIDO…

    PILANTRÇÃO!!!

  20. Juca
    quarta-feira, 23 de novembro de 2016 – 4:31 hs

    Moro não é trouxa. Ouvi o áudio da audiência. Não houve “bate boca” Isso de bate boca é coisa de mulher da vida e cliente que não paga. Houve sim exasperação do digno advogado porta de cadeia que pretendia e vai continuar tentando criar conflito com o juiz para tirar de suas mãos o processo diante de seu previsível desfecho, É a mesma tática do cliente maior, ou seja Lula. Mas em momento algum Dr. Moro embarcou nessa. Não perdeu a serenidade em momento algum e quem saiu como lobo tosquiado foi o advogadinho nervoso. Moro vai continuar sereno, condenará Lula em 2017 no primeiro trimestre e a sentença será confirmada em Porto Alegre até o final do ano. E Lula, covarde e cagão como é correrá em busca de asilo político em algum país aliado com o PT. Quanto ao advogadinho porta de cadeia, mesmo com o dinheiro de Lula continuará com certeza usando meias e cuecas furadas.

  21. Jonas
    quarta-feira, 23 de novembro de 2016 – 13:51 hs

    Essa é a velha tática dos perdedores, os quais, na falta de argumentos, apelam para o ataque à pessoa do oponente, o famoso “argumentum ad hominem”. Se o nobre advogado acredita realmente que Moro é nazista, que entre então com os recursos necessários, ganhe a ação e processe o juiz por isso. A não ser que entenda que o TRF, o STJ e o STF também sejam nazistas, mas aí já é um caso clínico… vai ver que é por isso que foram direto à ONU chorar as pitangas.

  22. Jonas
    quarta-feira, 23 de novembro de 2016 – 14:02 hs

    Quanto ao comentário sobre o Paraná ser um província agrícola, somente vejo o despeito e o cinismo com que o réu e seu defensor tratam a Justiça e o povo do Paraná, cuja parcela significativa da população ajudou a eleger Lula no passado. Como se a situação do Paraná ser ou não uma província agrícola (o que não é) fosse desmerecer o Juízo, ou mudar os fatos em julgamento e inocentar o réu. Rídículo, para dizer o mínimo.

  23. eleitor desmemoriado.
    quinta-feira, 24 de novembro de 2016 – 9:41 hs

    Ká ká ká o que o advogado do 51 pretendia com tal tipo de acusações? Mudança de foro porque o seu cliente está sendo julgado por juiz titular de uma vara localizada em uma região agrícola? Até onde o desespero chega, duvido que alguém imaginasse que este advogado pudesse descer tão baixo assim. E desceu. Mas não me surpreende, vindo de quem vem e sendo advogado de quem é, é de se esperar tudo. Até sandices como estas.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*