Sessões da Assembleia já podem ser acompanhadas pelo Facebook | Fábio Campana

Sessões da Assembleia já podem ser acompanhadas pelo Facebook

unnamed

Quem quiser monitorar o que acontece na Assembleia Legislativa do Paraná dispõe agora de uma nova ferramenta. A Alep passou a transmitir pelo Facebook as sessões da Assembleia. O Facebook é a maior rede social do mundo, com cerca de 1 bilhão de usuários ativos.

A transmissão das sessões da Assembleia, que também podem ser acompanhadas pela TV Assembleia, pelo Facebook, foi anunciada na última segunda-feira, 17, durante a eleição da nova Mesa da Assembleia.

Traiano explicou que a transmissão é “mais uma iniciativa da Casa para tornar a Assembleia mais transparente e permitir o acesso e participação de um número cada vez maior de pessoas nos trabalhos do Legislativo”.

Traiano, que foi reeleito presidente por mais dois anos (2017-2018), presidente da Assembleia, lembrou que tem marcado sua administração por iniciativas e programas voltados para aumentar a transparência e por estimular a participação da sociedade.

Entre essas iniciativas, citou a Escola do Legislativo, voltada para o aprimoramento dos funcionários da Casa, mas aberta a todos, sem custos. A Escola já trouxe palestras de juristas, como Marçal Justen Filho, ministros do STF, como Edson Fachin.

Lembrou também o Parlamento Universitário, uma parceria com a UFPR que trouxe 54 estudantes que ocuparam o lugar dos deputados durante o recesso do meio ano, ocupando comissões temáticas e o plenário.

O Geração Atitude, parceria com o Ministério Público do Paraná, o projeto tem o apoio da Secretaria de Estado da Educação, Tribunal de Justiça e Assessoria Especial da Juventude do Governo do Estado. Abrange 160 escolas públicas de ensino médio nos 32 Núcleos Regionais de Educação do Estado do Paraná.

Traiano destacou ainda o papel do programa Assembleia no Enem, uma parceria com o Grupo Eureka, que, em 2015, ministrou 367 aulas para estudantes do Enem, pela TV Assembleia, além de “aulões” na própria Assembleia, e nos 132 colégios públicos de Curitiba. O programa é apontado como um dos principais responsáveis pelo fato do Paraná ocupar a melhor posição no ranking nacional do Enem elaborado pelo jornal Folha de S. Paulo.


2 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 19 de outubro de 2016 – 10:58 hs

    Melhor assistir ao programa do Chaves e aos Três Patetas. São muito mais divertidos, eruditos e falam um português mais escorreito. Afinal, são palhaços profissionais de alto gabarito.

  2. Décio
    quarta-feira, 19 de outubro de 2016 – 14:49 hs

    E o camburão, chega que horas?

    kkkkkkkkkkkkkk

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*