Ministro da Defesa é exonerado | Fábio Campana

Ministro da Defesa é exonerado

ministro

O Antagonista

Edição extra do Diário Oficial de hoje, que acaba de ser publicada, traz a exoneração do ministro da Defesa, Raul Jungmann.

O ato é assinado pelo presidente em exercício, Rodrigo Maia.

Mas não é nada de mais: só para Jungmann não perder a vaga de suplente de deputado. Ele reassume a pasta amanhã.

Quem pediu a exoneração dele foi o próprio Michel Temer, para ajudar a garantir a aprovação do crédito de 1,1 bilhão de reais para a Educação.

Na semana passada, o governo adotou igual estratégia na aprovação da PEC do Teto em primeiro turno: três ministros (Fernando Coelho Filho, Bruno Araújo e Marx Beltrão) voltaram à Câmara para votar.


5 comentários

  1. Macambúzio
    terça-feira, 18 de outubro de 2016 – 18:45 hs

    É de mentirinha! Amanhã ele vorta!!!

  2. geraldo bocudo
    terça-feira, 18 de outubro de 2016 – 23:03 hs

    O QUE HOUVE QUAL O MOTIVO A OPINIÃO PÚBLICA QUER SABER
    TEMOS QUE ACABAR COM ESSE CORPORATIVISMO NO CONGRESSO URGENTE. AGORA O RENAM QUER ACABAR COM A LAVAJATO PARA NÃO PEGAR ELE COM SUAS FALCATRUAS. MINISTRO PICIANI QUE TINHA SE VENDIDO PARA A DILMA, AGORA ESTÁ VENDO A VACA IR PARA O BREJO( LITERALMENTE).
    QUANDO VAMOS SAIR DESTE LAMAÇAL. ???????????

  3. toninho
    quarta-feira, 19 de outubro de 2016 – 9:18 hs

    Site bom é este. Não vi esta notícia em lugar algum, somente aqui.

  4. Zé Venancio
    quarta-feira, 19 de outubro de 2016 – 11:37 hs

    A região sentante mais larga do do planalto é do Raul Jungman!!!!
    Leva pontapé no traseiro de todo mundo, situação ou oposição.
    Ninguém mais compra aquela voz de quem engoliu caroço de manga, todo engomado, mas que na prática, não faz nada a não ser trairagem.

    Já vai tarde…

  5. Caiçara do Litoral
    quarta-feira, 19 de outubro de 2016 – 13:58 hs

    Esta notícia não foi confirmada por nenhum outro órgão de imprensa até o momento ?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*