Colega confessa que matou estudante em escola ocupada | Fábio Campana

Colega confessa que matou estudante em escola ocupada

Um adolescente de 17 anos confessou no fim da tarde desta segunda-feira ter matadoo estudante Lucas Eduardo Araújo Mota, de 16 anos, no Colégio Estadual Santa Felicidade, em Curitiba. A informação é da polícia, que informou ainda que a motivação do crime foi um descontrole a partir do uso de uma droga sintética.

De acordo com o secretário estadual de Segurança Pública, Wagner Mesquita, os dois adolescentes teriam feito o uso de uma droga sintética conhecida como ‘balinha’.

“Segundo relato do menor autor do crime, eles dividiram uma droga sintética que chamam de balinha. Foram então até o alojamento, onde tiveram uma discussão. O Lucas teria partido para a agressão e o autor do crime teria tentado se defender. Logo na sequência dos fatos, o adolescente de 17 anos pulou o muro e fugiu do local. Ele acabou detido em casa”, explicou.

O adolescente foi encontrado morto no começo da tarde desta segunda-feira (24). De acordo com a Polícia Militar, Lucas foi ferido por um ‘objeto cortante’, provavelmente uma faca. O Corpo de Bombeiros ainda tentou reanimar a vítima, que morreu no local. O autor do crime estava em casa no momento em que foi detido pelo serviço reservado da PM. Segundo o delegado Fábio Amaro, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o autor do crime e a vítima eram amigos.

Durante a coletiva, Mesquita afirmou que outras pessoas podem ser responsabilizadas pelo crime, como pessoas maiores de idade que estavam como responsáveis na escola e até mesmo pais de estudantes que ocupam a escola. “Temos notícia de coma alcoólico e outras situações que mostram falha de tutela”, disse.

Reações

O Ministério Público do Paraná disse que, desde as primeiras informações sobre a morte de um adolescente no interior do Colégio Estadual Santa Felicidade, dois promotores de Justiça foram designados pela Procuradoria-Geral de Justiça para acompanhar o caso. Felipe Lamarão de Paula Soares e Emiliano Antunes Motta Waltrick foram até a instituição de ensino para acompanhar as investigações com o intuito de garantir rigor e transparência à apuração do caso. “Além disso, ressaltando-se que o Ministério Público do Paraná vem acompanhando, desde o princípio, o movimento de ocupação nas escolas, encontram-se reunidos, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, procuradores e promotores de Justiça com atuação nas áreas de Educação, Direitos Humanos e Infância e Juventude, para traçar estratégias de intervenção institucional, visando à superação da situação que se apresenta”, informou em nota.

A Procuradoria-Geral do Estado disse que nada tem a declarar sobre o fato em si, que será investigado pela Polícia Civil, mas divulgou um posicionamento oficial. “Sejam quais forem as circunstâncias, o lastimável acontecimento reforça a tese defendida pelo Governo do Estado de que as invasões às escolas colocam em risco a integridade física e psicológica dos menores que participam do movimento, razão pela qual a Procuradoria tem buscado, por todas as formas, realizar as desocupações amparando-se em ordens judiciais”.

O governador Beto Richa lamentou a morte de Lucas e disse que a ocupação de escolas no Paraná “ultrapassou os limites do bom senso e não encontra amparo na razão”. Confira a nota completa do governador clicando aqui.

O movimento ‘Ocupa Paraná’ disse a notícia foi recebida com muita tristeza por todos aqueles que lutam por uma educação pública de qualidade no Brasil. O grupo ainda negou que ele estivesse entre os alunos que ocupam a escola. Leia a nota completa do grupo clicando aqui.

Já a APP-Sindicato lamentou o que apontam como uma tentativa de relacionar o fato com o sindicato. “Infelizmente neste momento triste, surgem tentativas de criminalização do movimento legítimo dos estudantes e vinculação do sindicato ao episódio. A APP-Sindicato repudia tais ações. Assim como a sociedade paranaense, esperamos a apuração do caso pelos órgãos competentes”.


14 comentários

  1. Aline Campos
    segunda-feira, 24 de outubro de 2016 – 21:30 hs

    E os irresponsáveis dos pais, do conselho tutelar!!!!! Onde estav essas pessoas, eles é que tem de ser presos!!!! O judiciário que não deu a reintegração, o MP, esses são os verdadeiros responsáveis por essa morte!!! Professores e app, esses séc ser responsabilizados também!!!! Cadeia nessa corja!!!!

  2. AMO
    segunda-feira, 24 de outubro de 2016 – 21:41 hs

    Lamentável, a causa da morte não foi a ocupação, e sim o uso de drogas.

  3. Caipira pé vermeio,,,
    segunda-feira, 24 de outubro de 2016 – 22:29 hs

    DEMORO!!! PARA ACONTECEU UMA CACA.
    ATENÇÃO AOS JOVENS !!!
    ESCUTEM OS SEUS PAIS…
    O MEU DIZIA : …”FILHO!!!
    O JOGO É JOGADO!!! O LAMBARI É PESCADO!!!
    DINHEIRO NÃO CAI DO CÉU E NEM EM ARVORES!!!
    POQUE SE DESSE !!!
    NENHUMA TINHA FOLHAS…

  4. ferreira
    segunda-feira, 24 de outubro de 2016 – 23:48 hs

    O MOVIMENTO OCUPA PARANÁ deve ser responsabilizado sim, junto com esses pelegos comunistas da APP Sindicato. O Governo do Paraná tem a obrigação de processar criminalmente toda diretoria pelega da APP e os responsáveis por esse movimento de anarquistas idiotas, e, se forem menores processa-se os pais ou responsáveis legais.

  5. AMARAHAL
    segunda-feira, 24 de outubro de 2016 – 23:56 hs

    Se alguma instituição pública deu amparo às ocupações precisa-se apurar a responsabilidade de seus dirigentes e funcionários envolvidos e processá-los administrativamente para promover suas demissões a bem do serviço público.Este país precisa de ORDEM, mas existe uma geração que a desconhece e precisa ser disciplinada no cacete.

  6. terça-feira, 25 de outubro de 2016 – 0:45 hs

    Decisão Judicial não se discute, cumpre-se! Então, não vamos julgarmos este ou aquele sem sabermos o que ocorreu. No século passado os pais aconselhavam os filhos e eles obedeciam… hoje os tempos são outros … ECA…

  7. bagre ensaboado
    terça-feira, 25 de outubro de 2016 – 7:55 hs

    Taí o que a APP, CUT, UNE, UPES queriam.
    Não tem que recuar Governador Beto Richa, professor que não voltar para sala deaula por causa da reforma do ensino médio pau neles.

  8. Eros
    terça-feira, 25 de outubro de 2016 – 7:59 hs

    KD a APP? Agora não são vcs ? Todos sabemos que vcs instigam, levam comida, fazem uma lavagem cerebral na cabeça de muitos professores e imaginam o que estes não fazem com estes alunos… Agora vcs não tem culpa e ainda querem mudar o foco. Chega vcs da APP lutam pelo direito próprio!!! Por favor vcs FAZEM MAL A SOCIEDADE e a sua hora está chegando logo vcs estarão FORA… PT, DILMA, ESQUERDA … que nojo.
    Não sou político, sou um Pai de 03 filhos e estou triste…Acham que só a classe de vcs existem. Olhem os estados quebrados e vcs querendo avanços e mais avanços …

  9. Dosel Jr.
    terça-feira, 25 de outubro de 2016 – 9:41 hs

    Antonio: Não existe nenhum magistrado, ou membro da Justiça que esteja acima da Lei. Decisão judicial não se discute, cumpre-se, disse você. E agora, os dois promotores que negaram pedido de reintegração de posse ao Governo do Estado onde ? Na casa da família enlutada é que não. Certamente no alto da sua “sapiência”, achando que tudo é normal. Normal até que o dia que a vítima seja um parente deles.

  10. terça-feira, 25 de outubro de 2016 – 9:58 hs

    Esse é o “legado” deixado pelo P.T., um monte de piá de merda, pensando que são gente .

  11. Joao Luiz Pereira Tavares
    terça-feira, 25 de outubro de 2016 – 10:00 hs

    É assim mesmo e os pais já aceitaram a muito tempo, passivamente:

    O PT & seus Satélites, sempre infiltrados normalmente nas escolas anos a fio. É a rotina NORMAL de qualquer escola:

    PT disfarçado e seus Satélites… (PCdoB [UJS…]). Vejam:

    === Ocupação em CURITIBA ===

    ALUNOS MENORES ocupam 600 escolas no Paraná, para que não haja nem Vestibular (hoje conhecido como ENEM), e não haja eleição em Curitiba, 2º turno.
    TODOS dominados e domados DISCRETAMENTE e disfarçadamente pela ideologia PICARETA do PT (via professores oba-oba, militantes do PETISMO etc.).
    As alunas e alunos dizem que é devido a PEC 241 e ao Governo Temer. Mas só no discurso & na narrativa. Esses alunos (muitas delas e deles foram entrevistados e perguntados sobre a PEC 241, na porta das escolas públicas — do que se tratava, se tinham lido a PEC etc. Nada! Nadinha) não sabiam falar nada. É de pasmar essa entrevista! Está no YouTube.

    Coitada dessas alunas de ensino médio entusiasmadas! Dizem que vão ficar nas escolas por tempo indeterminado — atrapalhando o ENEM. Parecem CARRINHO DE MÃO, carroça, carro de boi, barco do PeTê (PT), pra ONDE SÃO PUXADAS OU ATRACADAS seguem e vão. O tal “boizinho de presépio”.

    PT avisou que iria pôr fogo no Brasil, caso Dilma saísse… Uma das entidades de ADULTOS por trás desse disfarce é a UJS [União da Juventude Socialista] do picaretaço PCdoB (o super Satélite petista, hiper-puxa-saco)…
    Qualquer que chegam perto das escolas públicas, não deixam entrar. Xingam e chamam de fascistas (apenas papo furado adolescente).

  12. Astor
    terça-feira, 25 de outubro de 2016 – 10:04 hs

    cidadezinha mixuruca

    estado mixuruca

    país mixuruca

    sindicalistas são sanguessugas de 3º categoria
    politicos 2º categoria

    com diretor, professor, etc, eles ja se matam
    imaginem, sem ninguém para cuidar.
    e a lei, não pode bater, não pode reagir, tem de ficar quieto.

    balinha, merdinha, bostinha, tudo,mesma coisa.
    traficantes acabando com a juventude, pais omissos, governo medíocre.

    e os dois candidatos se xingando iguais duas maria loucas.

    e quem quer ser sério, transparente, correto, neste pais não.

    bem vamos la.

  13. LENZA TOLEDO
    terça-feira, 25 de outubro de 2016 – 13:07 hs

    “…a causa da morte não foi a ocupação…” é como dizer que focinho de porco não é do porco.

  14. quinta-feira, 27 de outubro de 2016 – 11:02 hs

    coitado do piá… uma vida toda pela frente, tmb um lugar ´´encarregado´´ só por adolescentes, sem supervisão de adultos, só podia dar nisso, os dois também usaram drogas e fora sexo que tá rolando nesses colégios ocupados, depois virão as grávidas das ocupações com seus filhos bastardos sem pais!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*