Atraso burocrático nas eleições | Fábio Campana

Atraso burocrático
nas eleições

Eleitores entraram em contato com o blog para expressar indignação sobre a burocracia nas eleições. A questão é que mesmo aqueles que têm cadastramento biométrico precisam de um documento oficial com foto (carteira de identidade, passaporte, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, certificado de reservista, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação). Não sendo admitida a certidão de nascimento nem de casamento.

Isto mostra o atraso lusoburocrático que vivemos, pois a biometria não facilitou o processo para o eleitor. A justificativa é garantir maior segurança e evitar falsificações. No site do TSE diz que o “sistema eletrônico de votação adotado no Brasil é referência mundial”, o sistema pode ser, mas a política deixa a desejar.


3 comentários

  1. medonho
    domingo, 2 de outubro de 2016 – 16:28 hs

    Estranho… a foto de cada eleitor aparece nos registros do TRE.
    porém, todo cidadão tem de portar um documento com foto.
    O povo reclama de tudo, e não percebem o quanto já se evoluiu.

    Estamos quase chegando ao fim desta etapa, logo , em instantes saberemos quem irá ao segundo turno.

    Um dia teremos de propor que todos que almejam um pleito,
    façam obrigatoriamente um curso de 06 meses, e sejam avaliados se tem aptidão para exercer o cargo, não bastando apenas ficha limpa.
    E a sociedade empresarial, e de todas as profissões tenham seus representantes em conselhos objetivando mensurar o desempenho dos candidatos eleitos, dentro de metas pré estabelecidas.
    Os políticos agem como se fossem revestidos de poder superior, e tudo pode.
    Isto já se percebem em outras instâncias de poder (judiciario).
    A importância de se organizar é o intuito de aprimorar e ter o melhor resultado para todos.
    A forma atual é inócua, quando se usam o poder para manipular e perpetuar no poder, independente dos meios.

  2. Gregori
    domingo, 2 de outubro de 2016 – 23:53 hs

    O documento com foto serve para a confirmação da identidade do eleitor por parte dos mesarios.
    Verificar a identidade do eleitor, se ele faz parte daquela zona e se não está tentando votar pela segunda vez com o sistema biométrico colocaria ainda mais em jogo a credibilidade do pleito eleitoral.
    O maior problema continua sendo o voto obrigatório.

  3. Erik Silveira
    segunda-feira, 3 de outubro de 2016 – 23:32 hs

    Eu trabalhei na eleição de 2014 e te digo que essa biometria é o que atrapalha. Pouca gente passa de primeira e o sistema te forçava a verificar os 10 dedos. Dizem que nessa eleição limitaram a 4 dedos para evitar as filas.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*