Polícia Civil completa 163 anos com avanços nos últimos anos | Fábio Campana

Polícia Civil completa
163 anos com avanços
nos últimos anos

civil

Mais de 500 servidores foram homenageados com a entrega de medalhas neste mês de setembro, em comemoração ao aniversário da Polícia Civil. Nos últimos anos, a instituição vem conquistando expressivos avanços com a criação de novas delegacias, a implementação de novos serviços, bem como a valorização de todos os policiais.

Nesta quarta-feira (28), a corporação completa 163 anos de história e trabalho dedicado à população com entrega de medalhas para servidores da capital. Os policiais com tempo de serviço das unidades de Curitiba receberam medalhas em cerimônia realizada na sede da Federação da Indústria do Estado do Paraná (Fiep), com a presença do secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita. Mais de 200 servidores da capital, entre delegados, investigadores, escrivães, agente de operações e papiloscopistas foram homenageados.

Em comemoração, 536 medalhas de Serviço Policial foram entregues para os policiais que completaram 10, 20 e 30 anos de carreira em todo o Estado. A primeira entrega de medalhas iniciou pela Região Metropolitana de Curitiba, na Delegacia de São José dos Pinhais, estendendo as homenagens para policiais das Subdivisões de Apucarana, Arapongas, Campo Mourão, Cascavel, Guarapuava, Laranjeiras do Sul, Londrina, Maringá, Paranaguá, Paranavaí, Ponta Grossa e Toledo.

“O policial civil cumpre o seu fundamental papel como agente público a serviço da sociedade, seja na condução e conclusão de investigações que levem à elucidação de um crime ou quando demonstra cordialidade no atendimento a qualquer pessoa exatamente nos momentos mais difíceis. Um compromisso que exige esforço, coragem e superação diária”, diz Mesquita.

“Nesta data importante, a Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária parabeniza toda a Polícia Civil do Paraná pela entrega, dedicação e empenho nesta que não é apenas uma escolha profissional, mas uma escolha de vida”, complementou o secretário.

GESTÃO – Na capital, somente este ano, a Polícia Civil obteve avanços estruturais, como a nova Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas, inaugurada oficialmente no dia 13 de janeiro. A especializada também presta apoio a unidades policiais do interior para prevenção e repressão de crimes relacionados a cargas. O Grupamento de Operações Aéreas (GOA) também deu início às atividades no mês de julho. A aeronave – um helicóptero Robinson R44 – apreendida com criminosos foi repassada pela Justiça e está sendo utilizada em ações policiais.

No interior, outra unidade inaugurada foi a Delegacia da Mulher (DM) de Cianorte, que reforçou o atendimento as mulheres vítimas de violência doméstica na cidade. A unidade passou a funcionar no dia 1º de julho. Atualmente, o Paraná conta com 20 Delegacias da Mulher. Muitas delegacias passaram por um processo de reestruturação, como a Delegacia de Campina da Lagoa, que foi revitalizada, e a Delegacia de Barracão, que recebeu uma nova sede.

Inaugurada no mês de julho do ano passado, a 22ª Subdivisão Policial (SDP) de Arapongas também foi uma das conquistas da Polícia Civil durante essa gestão. Atualmente a unidade atende 15 municípios em torno da cidade, fortalecendo o atendimento a população.

“A Polícia Civil está em festa, tivemos grandes avanços conquistados nos últimos anos. A sensibilidade do Governo do Estado com a segurança pública fez com que avançássemos em efetivo, estruturas e principalmente na valorização salarial, visando reconhecer o nosso maior patrimônio que são os nossos serviços policiais”, ressaltou o delegado-geral da Polícia Civil, Julio Cezar dos Reis, durante as comemorações.

CONTRATAÇÕES – No mês de julho deste ano, todas as comarcas do Estado passaram a contar com um delegado de polícia, após a contratação de novos servidores aprovados em concurso público. Foram 65 novos delegados que tomaram posse e que já estão trabalhando em delegacias de todo o Estado.

PROGRESSOS – Em 2013, o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) e o Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride) ganharam uma nova sede, em Curitiba. Outros três núcleos do Nucria foram criados nas cidades de Londrina, Paranaguá e Ponta Grossa.

Em maio de 2014, a Polícia Civil inaugurou a Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), para estruturar as unidades que fazem o combate de crimes contra a vida. A DHPP tem atuação na capital, podendo atender casos específicos e dar apoio a outras unidades policiais, inclusive em outras cidades. Vale destacar também que as cidades de Cascavel, Maringá e Londrina ganharam uma delegacia especializada em Homicídios.

INSTITUTO DE IDENTIFICAÇÃO – O IIPR foi uma das esferas da Polícia Civil que mais avançou nos últimos tempos. Em junho deste ano foi lançada uma ferramenta online para a emissão de novos atestados, com o objetivo de facilitar o requerimento para a emissão de documentos sem precisar se deslocar até um posto do Instituto.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*