A dimensão de nosso atraso | Fábio Campana

A dimensão de
nosso atraso

Fábio Campana

Tristeza é perceber, mais uma vez, que uma eleição nesta cidade de Curitiba pode ser decidida por uma artimanha, um engodo, uma mentira que levará algum tempo além da data das eleições para ser desmontada. É isso que nos dá a dimensão de nosso atraso.
Esse expediente usado contra o Rafael Greca é vergonhoso. Retiraram uma frase infeliz do contexto de uma palestra e a usam para crucificar Greca, que argumentava no sentido oposto. “Eu não gosto de pobres”, disse Greca. E quem gosta que existam pobres? “Eu não gosto de ver a pobreza, a miséria, os desvalidos”, deveria ter dito Greca. Mas se expressou mal e paga um preço alto por isso nas mãos da bandidagem.
Eu vi esse tipo de estelionato outras vezes. Pior. Na crença imoral de que os fins justificam os meios, participei desse tipo de jogada eleitoral que se vale da ignorância e da estupidez de um eleitorado frágil em princípios e deficiente na percepção do fato político.
Em vez de crucificar Greca, quem tem neurônios ativos deveria execrar quem se vale de um expediente sujo, condenável. Mas aqui, nestas bandas periféricas, o debate eleitoral é pura emoção que toma conta da maioria, dos menos preparados, dos mais humildes. E também de uma parcela dos pobres de espírito entre os mais aquinhoados. Um campo propício para todo tipo de manobra excusa. Em vez de discutirmos sobre a cidade, que se encontra em estado lamentável de deterioração, afundamos na asnice de aceitar a manobra. Não há limite para a maldade e a hipocrisia. E há gente respeitável que ainda acredita que política é isso.


13 comentários

  1. Macambúzio
    quarta-feira, 28 de setembro de 2016 – 13:59 hs

    Pois é, em eleição é assim!! Uma frase de Greca vai reeleger Fruet!!! Teremos mais 4 anos de pasmaceira na cidade!!! Com a continuação da equipe de Fruet, CURITIBA VAI PARAR!!! Lamentável!!!

  2. magister
    quarta-feira, 28 de setembro de 2016 – 14:15 hs

    Sim….mas porque a turma do Greca nao entra no jogo com as mesmas ferramentas urilizadas pelo gargamel? na eleicao passada comenteram as mesmas imbecilidades… ou vai me dizer que o bunda mole do Fruta na tem rabo prezo…

  3. Só observando
    quarta-feira, 28 de setembro de 2016 – 14:33 hs

    O Greca manipular fala do Fruet dando a entender que ele ficou escondido no subsolo da prefeitura no massacre dos professores é totalmente ético e político?

  4. jar
    quarta-feira, 28 de setembro de 2016 – 14:38 hs

    Seria o mesmo “engodo” de 1990, no caso Ferreirinha?

  5. Dosel Jr.
    quarta-feira, 28 de setembro de 2016 – 14:48 hs

    Faço minhas as suas palavras Fábio. A única coisa que gostaria de saber se na casa de Gustavo Frut, ao lado da sua mãe, da sua mulher que se diz comunicadora (sim porque ter um diploma não qualifica ninguém) e certamente na frente de um retrato do saudoso Mauricio Fruet, eles conseguem conseguem enxergar a profundidade de suas ignorâncias e a certeza de quem neles votar com esta acusação contra Greca, muito rapidamente vai se voltar contra Gustavo Fruet e seus asseclas, pois como já aconteceu em quatro anos, com mais quatro nada farão pela cidade, por não possuírem capacidade para tanto.
    Falo isso Fábio, apenas hipoteticamente, pois nem a desonestidade vai tirar a vitória de Greca no próximo domingo.O curitibano não é tão tolo para acreditar em falácias.
    Uma coisa é o incompetente Gustavo Fruet e outra coisa é o bem sucedido ex-prefeito o engenheiro civil Rafael Greca de Macedo.

  6. jaferrer
    quarta-feira, 28 de setembro de 2016 – 14:56 hs

    Concordo em parte, pois alguém que se diz preparado como o Greca deveria medir bem suas palavras. Um político experiente, que já foi prefeito, já foi ministro não pode tratar de um tema tão delicado sem medir bem o que vai dizer. Todos sabemos que, na política brasileira, deixar a bola picando é levar ela nas costas com certeza. Não sei se esta manobra pode mudar alguma coisa, mas se mudar, parte da culpa é do próprio Greca.

  7. toninho
    quarta-feira, 28 de setembro de 2016 – 16:06 hs

    Quem fala demais dá bom dia prá cavalo, como dizia minha avó. O Greca, com toda a sua eloquência, sua cultura e instrução jamais poderia ter dito o que disse, justamente agora. Confundiu mendigo ou morador de rua com
    pobre. Mendigo é pobre e em sua grande maioria fede mesmo por não ter onde fazer a sua higiene. Mas nem todo pobre é mendigo e fede. Me senti ofendido com as suas palavras pois sou pobre. E hoje apareceu uma foto do Greca abraçando um mendigo. Existe algo mais hipócrita? Quanto mais mexe mais fede. Colheu o que plantou.

  8. Paulo Crusara
    quarta-feira, 28 de setembro de 2016 – 17:46 hs

    Boa tarde Fabio, coincidência seria a palavra exata do meu comentário feito hoje pela manhã com a minha esposa sobra a celebre frase e infeliz dita por Greca, concordo com vc plenamente, enquanto se discute uma frase a situação permanece a mesma na situação da politica. Não gosto da politico mas analiso exatamente esses meandros que são as frases, eis uma outra que qualquer marqueteiro pode usar “tenho medo de sair de casa nas manifestações de ru em Curitiba” dita e propaganda politica pelo Ney Leprevot, assim são as causas que são pertinentes a um velho e bom ditado “boca fechada, não entra mosca”. Um forte abraço

  9. quarta-feira, 28 de setembro de 2016 – 19:09 hs

    Fruet usa os pobres para fazer campanha, faz como o PT sempre fez, usa os pobres para se satisfazer

    Fruet nunca olhou para os pobres , jamais colocaria em seu carro um pobre para lhe prestar socorro

  10. Sergio Silvestre
    quarta-feira, 28 de setembro de 2016 – 21:54 hs

    Bom a gente ter opinião sem poder confrontar contra pontos,ai é fácil,por isso nossa imprensa é algo de podre e nojento.Ai a gente pode escrever e pregar num deserto só de participes da CLAC,que coisa feia.

  11. terceira coluna
    quinta-feira, 29 de setembro de 2016 – 0:56 hs

    Fábio, confesse… o que você queria era que o Gustavo aceitasse passivamente a campanha suja que estão movendo contra ele, com muitos milhões rolando e inimigos poderosos reunidos.
    A sua coluna, por exemplo, está há anos criando intrigas e divulgando boatos contra o prefeito. Feio, né?

  12. FUI !!!
    quinta-feira, 29 de setembro de 2016 – 5:46 hs

    O maior atraso da nossa vida política nacional é a roubalheira ins-
    talada no país pelo PT e Curitiba faz parte por talvez não fazer par-
    te desta quadrilha, porem pela má qualidade dos políticos. O mais
    lamentável é infelizmente a qualidade deplorável dos candidatos e
    muito maior ainda a cabeça medíocre dos eleitores. Nenhum polí-
    tico se elege por si só. Quem coloca estes medíocres são o povão.

  13. Helena
    sexta-feira, 30 de setembro de 2016 – 16:13 hs

    Essa inversão de sentido de palavras, deve ter sido arquitetada pelos mentirosos de sempre… aqueles que “gostam de pobres” pobres de ideias e discernimento político, os analfabetos políticos e fantoches dos petistas.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*