Mutirão de professores corrige provas do concurso de redação da Assembleia | Fábio Campana

Mutirão de professores corrige provas do concurso de redação da Assembleia

Ademar Traiano2

Mais de 100 professores começam neste sábado (3), pela manhã e prosseguem durante todo o dia, a correção das 50 mil provas do concurso de redação promovido pela Assembleia Legislativa do Paraná. São redações dos alunos das 132 escolas da rede pública estadual de Curitiba, que serão corrigidas por professores do curso de Letras do Centro Universitário Internacional (Uninter). A parceria, inédita, faz parte do projeto “Assembleia no Enem”.

“O projeto da Assembleia de ajudar os estudantes da rede pública a passar no Enem ganha agora o apoio da Uninter. A Universidade se soma a esse nosso projeto de preparar estudantes para as provas do Enem. A Uninter está colocando à disposição do projeto, gratuitamente, os professores para que possamos selecionar as melhores redações”, diz o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano (PSDB).

Os autores das redações selecionadas participarão de uma sessão plenária na Assembleia e ainda terão as redações expostas no Espaço Cultural da Casa. O projeto Assembleia no Enem é desenvolvido junto com o grupo Eureka e a Secretaria Estadual de Educação. O tema proposto para a redação foi: “Como o cidadão pode participar de maneira efetiva das discussões e da elaboração de projetos de lei na Assembleia Legislativa do Paraná? ”.

A diretora da Escola Superior de Educação da Uninter, professora Dinamara Machado, disse que a universidade decidiu participar do programa porque a democratização do ensino com qualidade deve ser uma busca de todas as instituições públicas e privadas. “Estamos vivendo um momento de unificação de forças em prol do bem comum”, afirmou.

Segundo a diretora, a iniciativa não terá nenhum custo para a Assembleia, apenas para a Uninter, que irá dispor de infraestrutura e carga horária de profissionais, que foram capacitados para a correção das redações.

O grupo Eureka já é parceiro do Centro Universitário nas atividades do Pré-Enem. O diferencial deste ano, explica a professora, é a oficialização do programa como projeto de extensão e oferta para todos os polos de apoio presencial da Uninter no país, que possui cinco grandes Escolas.

Este é o segundo ano consecutivo em que a Assembleia Legislativa do Paraná e o Projeto Eureka trabalham em conjunto na preparação para o Enem e concursos vestibulares. Em 2015, nada menos que 364 aulas foram transmitidas para alunos de todo o Paraná pela TV Assembleia e pelo site oficial da instituição, num período de 19 semanas. Dois aulões já foram realizados no Plenário da Assembleia, lotando as galerias com mais de 500 alunos.

Os estudantes podem rever os conteúdos apresentados em 2015 e também dos aulões de 2016. Os vídeos estão disponíveis no Youtube, através do site do projeto da Assembleia Legislativa.

Em Curitiba são 100 mil inscritos para as provas do Enem. No Paraná o número atinge a marca de 454 mil inscritos e no Brasil são 8,6 milhões, tornando o Enem 2016 o maior da história. As provas do Enem ocorrem nos dias 5 e 6 de novembro.

As provas serão corrigidas numa das sedes da Uninter, das 8 às 18 horas, na Rua do Rosário, no Largo da Ordem. A divulgação do resultado acontecerá na primeira semana do mês de outubro.


Um comentário

  1. izaltino savaski
    sexta-feira, 2 de setembro de 2016 – 17:05 hs

    gostaria de ver a redação dos deputados, a maioria é analfa

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*