Curitiba faz 'quina' contra Temer e marca protesto contra Cunha | Fábio Campana

Curitiba faz ‘quina’ contra Temer e marca protesto contra Cunha

do Bem Paraná

Curitiba foi palco, nesta quarta-feira (7), da quinta manifestação contra o presidente Michel Temer (PDMB) desde que ele assumiu o poder. Ele foi empossado presidente no dia 31 de agosto, após o Senado confirmar o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Ao mesmo tempo, o grupo que convocou as cinco manifestações, o CWB Contra Temer, marcou um protesto contra o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para a próxima segunda-feira.

O protesto contra Cunha será na próxima segunda-feira (12), às 18 horas, na Praça 19 de Dezembro. Neste dia ocorre a votação do processo de cassação do deputado, na Câmara Federal. “No dia da votação de cassação de Eduardo Cunha, Curitiba vai parar! Não iremos parar, o título já diz tudo. Não tem arrego”, diz o convite do protesto, no Facebook. Mais de 160 pessoas confirmaram presença na rede social.

O ato desta quarta-feira reuniu 200 pessoas (segundo os manifestantes; a Polícia Militar não divulgou dados) e foi pacífica – ao contrário de protestos anteriores, em que houve depredação e pichações. Os manifestantes fizeram uma caminhada da praça 19 de Dezembro até a Boca Maldita.

Em Curitiba, os manifestantes não pediam o retorno de Dilma, e sim a saída de Temer. Além disso, pediam novas eleições para presidente e condenaram possíveis mudanças nos direitos trabalhistas que prejudiquem os empregados.


3 comentários

  1. RR
    quinta-feira, 8 de setembro de 2016 – 12:58 hs

    ACABOU A MORTADELA DE GRAÇA,VÃO TRABALHAR,CORJA DE VAGABUNDOS.

  2. BETO
    quinta-feira, 8 de setembro de 2016 – 13:26 hs

    Esse bando de babacas esquerdistas que não se preocupa apenas em combater o sistema seja qual for apenas pra manter sua fracassada e falida ideologia comunista, também se desgasta ao tentar agora minar a administração de Temer. Esses malacos ao meu ver, filhos de Lulalucifer, representam a encarnação do mal. pro inferno bando de vagabundos, deixem o homem trabalhar.

  3. joão pesado
    quinta-feira, 8 de setembro de 2016 – 14:01 hs

    Tinha que ter um contra o Cunha, mas organizado por pessoas normais. Esse aí, feito pra dar força aos petistas vai ser um fracasso.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*