Líderes comunitários de Curitiba declaram apoio a Greca e Pimentel | Fábio Campana

Líderes comunitários de Curitiba declaram apoio a Greca e Pimentel

14114849_1127307083996972_6343577385474638992_o

As principais lideranças comunitárias de Curitiba ligadas a Femoclam (Federação das Associações de Moradores de Curitiba e Região) anunciaram apoio ao candidato a prefeito Rafael Greca (PMN) e vice Eduardo Pimentel (PSDB). “Temos saudades dos tempos em que as associações de bairros eram respeitadas. Greca valorizou o movimento comunitário. Vamos andar por todas as ruas e vilas pedindo voto para o 33. Curitiba precisa voltar a sorrir”, afirmou Nilson Pereira, presidente da Femoclam.

Com mais de mil pessoas, a maioria presidente de bairros, o evento foi feito em comemoração aos 30 anos de fundação da federação. “Greca jamais deixou de atender as associação de moradores. Vamos sacramentar a vitória nas eleições para fazer uma Curitiba sem rancor, sem maldade e humana”, disse o presidente.

Hoje, a Femoclam possui 1,4 mil entidades cadastradas. Durante o evento, foi feito uma homenagem à secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa. Nilson Pereira destacou o trabalho social da Fernanda e disse que a cidade tem saudades daquela época. “Ela som marcou época e deixou saudades”, afirmou.

Ele não poupou críticas a atual gestão de Curitiba e disse que a prefeitura demorou três anos e meio para liberar um alvará para entidade construir uma sede. “Assim que ele foi assumiu, em 2013, nos buscamos a prefeitura que disse não precisavam das associação. Com isso, fomos atras do apoio do governo estadual que sempre esteve de portas abertas”, afirmou.

Maria Helena Faria, 60 anos, moradora da vila estrela no Fazendinha, fez questão de falar com o Greca do carinho que sua família tem por ele. “Meu marido é servidor aposentado do meio ambiente e conta como era bem tratado naquela época. Gosto muito dele”, disse a dona de casa.


9 comentários

  1. medonho
    sexta-feira, 26 de agosto de 2016 – 19:22 hs

    Vamos ser sincero, se fossem lideres de alguma coisa, seriam todos candidatos.
    Querem mesmo é morder nem que seja com a dentadura, gasta de outras ereições

  2. medonho
    sexta-feira, 26 de agosto de 2016 – 20:01 hs

    A prefeitura editou um decreto criando subprefeituras, a idéia seria ótima, mas com o pessoal também subpreparados, será o maior desastre para nós cidadãos. A prefeitura deveria antes de tal medida, qualificar o quadro de pessoal, pois, os bons estão aposentando.
    Os subprefeitos são cargo em sua maioria de comissionados, quem avalia o desempenho? o compromentimento? e acima de tudo o grau de conhecimento dos processos internos.
    O Fruet irá destruir, acabar com o que resta de bom em nossa cidade….
    .tem gente da iniciativa privada que era peso morto tem papel de destaque. Curitiba não merece isto.

  3. CLOVIS PENA
    sábado, 27 de agosto de 2016 – 3:26 hs

    Escrevi neste espaço, no início do mandato do mandato atual, sobre o risco que representavam os critérios para a composição dos comandos da gestão.
    Na época, identifiquei a falta de estilo com “jogo de cintura” e a alta dosagem teórica e acadêmica nos perfis de tais comandos .
    Com isto e por isto, parece que toma corpo a presença de alternativas para a escolha de uma efetiva liderança para os rumos da próxima gestão .
    O jogo é rápido.
    Bom prefeito nem sempre é bom governador.
    Bom deputado nem sempre será um bom prefeito.

  4. jose
    sábado, 27 de agosto de 2016 – 8:04 hs

    E Requião em sinal de protesto pelo impeachment da Dilma deveria renunciar ao mandato de senador!
    Pena que não vai acontecer e sim ao contrário, na semana seguinte ele já vai estar lado a lado com Temer pleiteando uns carguinhos, como sempre.

  5. medonho
    sábado, 27 de agosto de 2016 – 8:55 hs

    SE FOSSEM VERDADEIROS LIDERES SSERIAAAMMMM
    CAAAAANNNNNDDIDDATOS

  6. Maria Crstina
    sábado, 27 de agosto de 2016 – 9:00 hs

    Trabalho na Prefeitura há quase 8 anos e estou pasma do comportamento politico de alguns servidores de Curitiba. Em São Paulo era proibido trabalhar para políticos, sendo servidor público. Se quisesse apoiar alguem, deveria sair de licença ( OFICIAL).
    Aqui os funcionários saem do trabalho para reuniões politicas sem o menor constrangimento, trabalham na politica no fim de semana e depois dão um jeito de descontar durante a semana.
    Como diria um apresentador de TV: ISSO É UMA VERGONHA!

  7. MORADIA ADEQUADA
    sábado, 27 de agosto de 2016 – 14:01 hs

    Espera-se que o candidato a prefeito Rafael Greca visite e se
    eleito resolva os problemas dos moradores do primeiro Conjunto Residencial construído em 1962 em ampla área destinada para construção de moradias populares para eles no bairro Pilarzinho, quando ainda não existia o Parque Tinguí.
    Após a inauguração do Parque em 1994 que valorizou o bairro, começaram os problemas dos moradores, pela falta do JUSTO TÍTULO DE PROPRIEDADE

    Apesar de residirem no Conjunto construído com mão de obra dos primeiros beneficiados e para resolver o problema de moradias deles; Passados 5 décadas ainda não foi concedido o JUSTO TÍTULO DE PROPRIEDADE a todos os moradores.
    Todos mantém a habitabilidade de suas casas com recursos próprios e que foram, cedidas em 1963 para ocupação e uso pelo idealizador do Conjunto Residencial sem EXIGÊNCIA DE CONTRATO POR SER UM BENEFÍCIO SOCIAL oferecido pelo governo da época.

    Na Vila ao lado do conjunto será feita a Regularização Fundiária, e
    os moradores do primeiro Conjunto Residencial construído em 1962 no bairro Pilarzinho merecem o mesmo beneficio, poi vivem no Conjunto há mais de 4 décadas

    A Regularização Fundiária prevista no Plano Diretor de Curitiba, resolveria o problema de todos que estão em risco pela falta do merecido Titulo de Propriedade.

    NÃO SE TRATA APENAS DE QUATRO PAREDES, TRATA-SE DE FAMÍLIAS QUE FORAM AGRACIADAS COM A MORADIA ADEQUADA.

  8. PIXULEQUINHO
    domingo, 28 de agosto de 2016 – 12:42 hs

    ESTÁ INTERESSANTE A DISPUTA EM CURITIBA. MAS PENSO QUE O PREFEITO SERÁ NEY LEPREVOST. NÃO AFIRMO QUE A ELEIÇÃO SE RESOLVA NO 1º TURNO, MESMO COM “APOIO OFICIAL”, O GRECA NÃO SE ELEGERÁ NO PRIMEIRO TURNO. E TALVEZ NEM IRÁ AO 2º TURNO. QUEM VIVER VERÁ …

  9. Culik
    terça-feira, 30 de agosto de 2016 – 5:19 hs

    Viva 2017 com Rafael!
    Também já irei iniciar meu trabalho voluntariado!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*