Professor Galdino quer revogar título de Paulo Bernardo e Guilherme Gonçalves | Fábio Campana

Professor Galdino quer revogar título de Paulo Bernardo e Guilherme Gonçalves

bernardo-gonçalves

Na Câmara de Vereadores de Curitiba, Professor Galdino (PSDB) apresentou os pedidos de revogação dos títulos de cidadãos honorários do ex-ministro Paulo Bernardo (PT) e do advogado Guilherme Gonçalves (PT) – os dois acusados pelo Ministério Público Federal de lesar aposentados ao desviar recursos de empréstimos consignados ao PT e a senadora Gleisi Hoffmann (PT) – mulher de Bernardo. O tucano no ano passado apresentou proposta semelhante contra Ricardo Teixeira, ex-presidente da CBF, também envolvido em casos de corrupção.

(fotos: arquivo/google)


7 comentários

  1. Flávio Luiz
    segunda-feira, 4 de julho de 2016 – 16:41 hs

    Com certeza tera o apoio da maioria esmagadora do povo do Paraná e porque não do Brasil.

  2. Ricardo
    segunda-feira, 4 de julho de 2016 – 17:43 hs

    Boa Professor, apoitadíssimo!!! O Povo do Paraná agradece!!!

  3. Ricardo
    segunda-feira, 4 de julho de 2016 – 17:44 hs

    Boa Professor, apoiadíssimo!!! O Povo do Paraná agradece!!!

  4. Sonia
    segunda-feira, 4 de julho de 2016 – 18:26 hs

    Parabenizo o vereador professor Galdino pelo trabalho firme e decente lá na Câmara de Curitiba.

  5. Deise
    terça-feira, 5 de julho de 2016 – 0:45 hs

    O Galdino foi corajoso em falar destes larápios do pt
    Este sim, faz um bom combate com ética
    Admiro e muito pessoas assim
    Obrigado Galdino por nos representar!

  6. FUI !!!
    terça-feira, 5 de julho de 2016 – 7:09 hs

    Revogar é uma obrigação, porem o que precisa ser analisado é
    a banalização em conceder estas honrarias. O que estes caras
    fizeram de tão importante para a comunidade para ser agraciado
    com tal comenda !?

  7. Claudio Nascimento
    terça-feira, 5 de julho de 2016 – 9:55 hs

    Pijama listrado para os petistas paranaenses!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*