O ocaso de Lula: desprestígio, abandono e suspeitas | Fábio Campana

O ocaso de Lula: desprestígio, abandono
e suspeitas

índice
Seis anos depois de deixar o poder, petista convive com o descrédito político, o sumiço dos amigos e os inquéritos da Lava Jato

Thiago Bronzatto e Daniel Pereira, Veja

Às 7h50 da última quarta-feira, um segurança do ex-presidente Lula chegou ao Aeroporto Oscar Laranjeira, em Caruaru, no agreste de Pernambuco. Diligente, comunicou que um Gulfstream G200, avião executivo de luxo e alta performance, estava a caminho da cidade. Minutos depois, dois representantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e o vice-prefeito Jorge Gomes (PSB) estacionaram seus carros no local. Estavam apreensivos, porque não havia militantes para oferecer uma recepção calorosa a Lula. “Eles vão chegar. Pode ficar tranquilo”, disse um dos líderes do MST ao segurança, tentando amenizar a tensão.

Uma hora mais tarde, só oito pessoas aguardavam o ex-presidente. “Vamos partir para o plano B. Acho melhor receber o Lula no hotel. Manda o pessoal para lá”, ordenou o guarda-costas. Em seguida, ele trancou a porta de entrada do saguão do aeroporto, que é público, para evitar que alguém fotografasse o deserto que aguardava Lula, aquele que já foi um dos políticos mais populares do mundo. “O cara”, como disse o presidente americano Barack Obama, numa ocasião em que se encontraram.

Lula desembarcou às 9h13 acompanhado do senador Humberto Costa (PT-PE). Driblou as poucas pessoas curiosas que o aguardavam e deixou o aeroporto pelos fundos. “Pensei que ele fosse ao menos pegar na minha mão e me cumprimentar”, reclamou Augusto Feitosa, funcionário do aeroporto. Os tempos são outros. A popularidade e o prestígio de Lula também. Caruaru é testemunha dessa transformação. Em 27 de agosto de 2010, o então presidente desembarcou no mesmo Oscar Laranjeira ao som de uma orquestra formada por estudantes de uma escola pública. O saguão estava lotado. Sorridente, Lula abraçou eleitores e posou para fotos ao lado de autoridades como Fernando Haddad, então ministro da Educação, hoje prefeito de São Paulo, e a então primeira-­dama do Estado de Pernambuco, Renata Campos. Em seu último ano de mandato, Lula beneficiava-se do crescimento econômico, que atingiu 7,5% em 2010. Nem o céu parecia lhe servir de limite. “Se a gente continuar mais dez anos do jeito que está, daqui a pouco chega a Caruaru e pensa que está em Paris, em Madri, de tão chique.”

Caruaru continua Caruaru. Figura entre as doze piores cidades para viver no Brasil. E Lula deixou de ser Lula. Lidera no quesito rejeição entre os nomes cotados para disputar a Presidência em 2018. Na quarta-feira passada, Lula discursou em Caruaru num auditório com capacidade para setenta pessoas. A plateia era formada por militantes do MST e da CUT, que preferiram tomar o café da manhã do hotel a esperar o petista no aeroporto. A programação previa uma coletiva de imprensa. Não ocorreu. Só Lula e áulicos falaram. Mas o ex-presidente mantém um fotógrafo e uma equipe de documentaristas, sempre a postos para captar as melhores cenas. Enquanto estava no hotel, um militante rompeu o cerco de seguranças e tirou uma foto com Lula, mas a equipe do ex-presidente o obrigou a apagá-la. A imagem mostrava uma garrafa de uísque ao fundo. Não pegaria bem nas redes sociais, foi a justificativa apresentada.

Depois do evento, Lula saiu pela garagem, num carro com os vidros fechados, e percorreu um trajeto de apenas 400 metros até o trio elétrico que o esperava para um novo discurso. “Ele parece estar meio distante do povo, com um olhar desconfiado”, observou a funcionária pública Conceissão Pessoa. Em cima do trio elétrico Pantera Fashion, Lula discursou para 2.000 pessoas. Cinco ônibus, com capacidade para cinquenta passageiros, foram fretados por 1.000 reais cada um, pagos em dinheiro vivo, para postar a claque diante da estrela petista.

A programação da semana passada, por exemplo, previa uma passagem pela cidade do Crato, no Ceará, onde ele receberia o título de doutor honoris causa da Universidade Regional do Cariri. A segurança fora informada de que estava sendo organizado um protesto de alunos contra a concessão da honraria. A visita foi cancelada. Em Caruaru, Lula foi ainda a um assentamento agrário do MST. Uma banda de pífanos, também contratada por cerca de 1.000 reais, animou a festa. À mesa, famílias convidadas puderam se servir de macaxeira, jerimum, cuscuz, carne guisada e suco de acerola. Lula bebia cachaça e água. Estendia o braço direito para o alto, com o punho cerrado, e discursava contra o “golpe” que derrubou Dilma.

No fim da tarde, às 17 horas, o ex-presidente partiu para o Recife no avião de prefixo PR-WTR, o mesmo que as empreiteiras Odebrecht e OAS usavam para transportá-lo ao exterior. À noite, na capital pernambucana, num evento em praça pública, Lula criticou o presidente interino Michel Temer e o juiz Sergio Moro, que em breve julgará um pedido de prisão contra ele. Falou à plateia e também à equipe que produz um documentário sobre o “golpe”. Com a chuva, os militantes começaram a se dispersar, e Lula teve de encerrar o espetáculo.


16 comentários

  1. sergio silvestre
    sábado, 16 de julho de 2016 – 13:24 hs

    Como é mentirosa a Veja,Lula nem conseguiu caminhar no aeroporto de tanta gente e me parece que essa revista deveria se chamar cega,não Veja.
    Com todo esse bombardeio diario da midia e da justiça parcial sobre o Lula ele ainda detem a dianteira nas pesquisas,agora os raivosos ai ,imaginem ele em campanha.

  2. antonio carlos
    sábado, 16 de julho de 2016 – 16:29 hs

    Para quem lotava Itaquerões e Maracanãs de gente o 51 já nem parece ser o mesmo “líder” de antanho. Mas o cara teria que ser muito mágico para que , depois da roubalheira descoberta na Petrobrás pela Operação Lava jato o cara continuasse com a bola toda.

  3. gregorio
    sábado, 16 de julho de 2016 – 16:48 hs

    A decadência desse sem vergonha picareta nem começou. Pelego, farsante desonesto.

  4. PIMENTA PURA
    sábado, 16 de julho de 2016 – 17:04 hs

    Que o bandido do Lula aproveite as migalhas que o MST ainda
    oferecem para ele. Logo estará à base de marmitex.

  5. JOHAN
    sábado, 16 de julho de 2016 – 18:22 hs

    Caro FÁBIO, essa é a primeira notícia liberada para o público em geral informando a fragilidade, descrédito e o desidratamento do que outrora foi um líder messiânico e ilusionista da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA após 14 anos de desmandos, falcatruas, desvios e roubos praticados contra a população mais humilde e desgraçada desse país. É o inicio do FIM desse HIPÓCRITA. Hoje são responsáveis por 14,0 MI de desempregados pais de famílias, e de mais de 30,0 MI de brasileiros que tiveram redução entre 30,0% – 50,0% na renda familiar, o que provoca impacto social e financeiro de elevada monta aos prejudicados. Cadeia é pouco para esse elemento.. Atenciosamente

  6. Macambúzio
    sábado, 16 de julho de 2016 – 19:13 hs

    NÃO É BEM ASSIM!!! PELO CONTRÁRIO, LULA, SEGUNDO A MAIS RECENTE PESQUISA ELEITORAL, ESTÁ COM QUASE O DOBRO DE VOTOS DE AÉCIO NEVES!!! É QUE O POVO, ESPERTO PACARAI, ENTENDEU QUE O CHEFE DO PETROLÃO É AÉCIO, E NÃO LULA, APESAR DE ESTAR PROVADO QUE LULA RECEBEU DEZENAS DE MILHÕES DE REAIS DO ESQUEMA CRIMINOSO IMPLANTADO NO GOVERNO DELE!!!!

  7. Jair Pedro
    sábado, 16 de julho de 2016 – 19:24 hs

    Faz alguns dias, em um outro blog, comentei que muito das pessoas que comentam, tanto contra como a favor de Dilma ou lula, são comentários de pessoas que vivem entre quatro paredes.
    Condenam ou defendem sem viverem a realidade. Comentários muito mais sob efeito da paixão ou pelo simples fato de provocar aquele que não concorda com seu pensamento.
    Sou um caminhoneiro, tenho 66 anos e viajo Brasil inteiro.
    Converso com pessoas das mais diversas profissões.
    Empregadores, empregados, desempregados, etc. e praticamente a unanimidade, a não ser aqueles que ainda tem algumas benesses produzidas pelo governo anterior, dão alguma credibilidade à Dilma. Quanto a lula, a maioria já o vê como o responsável por essa situação que o Brasil se encontra hoje.
    Inclusive responsabilizando-o pelas irresponsabilidades de Dilma. E isso que aconteceu em Caruaru ou no Crato, tenham certeza, será a tônica daqui para frente.
    Se não for oferecido, pelo menos um tira-gosto, lula não será mais percebido nem recebido por ninguém.

  8. BinLaden
    sábado, 16 de julho de 2016 – 19:35 hs

    Falta o apogeu, a vinda dele, Dilma e da família para a República de Curitiba…

  9. sábado, 16 de julho de 2016 – 23:06 hs

    KKKKKKKK A IN Veja nunca aprende e por isso sempre perde para Lula a pesquisa de hoje da folha joga toda essa reportagem desses dois jornalistas na lata de lixo. Lula 2018 vem matando .

  10. JÁ ERA...
    domingo, 17 de julho de 2016 – 5:58 hs

    Ainda bem que devagarzinho o caminho deste canalha está se
    estreitando até chegar no abismo. A notoriedade e a fama faz bem
    para o ego de qualquer um desde que seja para o bem. O Lula e
    a Dilma, representando toda esta massa de políticos e empresários
    ladrões já perceberam o mal que fizeram aos brasileiros e o maior
    castigo para qualquer um é ser reconhecido nas ruas e hostilizado.
    Acabou o que mais importante temos:- o anonimato !!!

  11. Larry de Camargo V Nascimento
    domingo, 17 de julho de 2016 – 9:42 hs

    Tem que cortar para poder beber a cachacinha dele

  12. Helena
    domingo, 17 de julho de 2016 – 23:06 hs

    Só pode ser pesquisa comprada, se em sua terra natal ele já está desprezado!

  13. Flávius
    segunda-feira, 18 de julho de 2016 – 3:06 hs

    O relato de JAIR PEDRO, pessoa que roda por esse Brasil, retrata a pura realidade, portanto sem medo algum de que Lula possa voltar, mesmo porquê será preso, processado e seus direitos políticos cassados. Mas fiquemos atentos, porque Lula é “esperto” e de tudo fará para se safar…

  14. FUI !!!
    segunda-feira, 18 de julho de 2016 – 6:06 hs

    Parece que o Lula ainda não foi preso porque está exigindo que
    o STF coloque dois cofres grandes na cela dele. Nenhum país como
    a Suiça aceita os depósito do PT e o que mandaram para a Venezue-
    la o Maduro já gastou…

  15. segunda-feira, 18 de julho de 2016 – 8:33 hs

    Vem mantando sim: A Petrobrás, a Nuclebrás, o BNDES, a economia do Brasil….até o emprestimo Consignado dos Velhinhos….Acho que em 2018 vamos ter o Lulla em curitiba, isso SIM…..

  16. Eu voto
    segunda-feira, 18 de julho de 2016 – 13:07 hs

    Lula está nas frente em todas a pesquisas. #Lula2018 avante barbudo

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*