Terror de Cunha abre o bico | Fábio Campana

Terror de Cunha
abre o bico

fabio-cleto-Foto-Valter-Campanato-ABr

O relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Teori Zavascki, homologou a delação premiada do ex-vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa Econômica Federal Fábio Cleto. Ele é investigado por suspeita de envolvimento no petrolão e a confirmação da homologação do acordo caiu como uma bomba no PT.

Vale lembrar que a Caixa esteve presente no início das investigações da operação, envolvendo o megadoleiro Alberto Yousseff e os ex-deputados Luiz Argôlo e André Vargas, que teve o mandato cassado após as denúncias de corrupção.

Afilhado político do presidente suspenso da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Cleto implica o peemedebista em esquemas de corrupção, além de também citar o ex-ministro do Turismo Henrique Eduardo Alves.

Segundo o delator, Cunha cobrava propina em troca de liberação de verbas do fundo de investimentos do FGTS. Cleto declarou que o deputado recebeu R$ 52 milhões pelo acordo.


Um comentário

  1. PIXULEQUINHO
    sábado, 18 de junho de 2016 – 22:16 hs

    .
    FOI COMO DISSE O PRESIDENTE CHARLES DE GAULLE: ESTE PAÍS NÃO PODE SER SÉRIO!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*