Propina de Correios irrigou Gleisi, diz Chambinho | Fábio Campana

Propina de Correios irrigou Gleisi, diz Chambinho

gleisi

Vera Magalhães, Veja

A Operação Custo Brasil, deflagrada nesta quinta-feira e que resultou na prisão do ex-ministro Paulo Bernardo, não atingiu sua mulher, Gleisi Hoffmann, mas a senadora petista não escapará de responder a acusações igualmente complicadas. Isso porque a origem da operação, a delação premiada do ex-vereador do PT Alexandre Romano, o Chambinho, atinge Gleisi em cheio.

Além do contrato da empresas Consist para operar crédito consignado do Ministério do Planejamento, que teve parte da propina destinada ao advogado eleitoral da senadora, Chambinho afirmou que outro contrato fraudulento, desta vez com os Correios, irrigou o caixa dois na campanha de Gleisi.

Segundo ele, os recursos oriundos de um contrato fraudulento entre a empresa e uma prestadora de serviços ligada a ele eram repassados a um ex-chefe de gabinete de Gleisi e Bernardo. O volume total seria de R$ 600 mil.

O processo contra a senadora correrá no Supremo Tribunal Federal, onde o ritmo tem sido mais lento que na primeira instância. Mas as evidências colhidas na Custo Brasil devem acelerar a ação do Ministério Público Federal também em Brasília.

(Foto: divulgação)


3 comentários

  1. £u£ª$ªfªdãº
    sexta-feira, 24 de junho de 2016 – 12:26 hs

    Lembro que quando Paulo Bernardo foi ministro de comunicação ele contratou uma empresa para mudar desnecessariamente a logomarca dos Correios e e este ato custou milhares de reais pois as logomarcas eram usadas em todos os veículos da frota própria e franqueada, até em bike, prédios, documentos , enfim onde tinha a logomarca antiga ela foi substituída e o custo não ficou só nisso, houve uma intensa propaganda milionária nos diversos veículos de comunicações em todo o país.

  2. PIXULEQUINHO
    sexta-feira, 24 de junho de 2016 – 14:11 hs

    .
    E O CASAL FICARÁ JUNTO. ELA NA ALA FEMININA DA CARCERAGEM DA PF, E ELE NA ALA MASCULINA DA DITA CARCERAGEM, ASSIM PODERÃO PASSAR MOMENTOS AGRADÁVEIS DURANTE O BANHO DE SOL, OU NAS HORAS A QUATRO PAREDES NAS VISITAS ÍNTIMAS …

  3. Macambúzio
    sexta-feira, 24 de junho de 2016 – 15:27 hs

    Se renunciar, cai nas mãos de Moro; se não renunciar, pode ser presa mais rapidamente ainda, pois não haverá segunda instância!!! Que situação, hein cumpanhêra!!! Aprende, Gleisi: O Judiciário é lento, mas não é do PT e nunca será!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*