Os malabarismos éticos da esquerda | Fábio Campana

Os malabarismos éticos da esquerda

Paulo Polzonoff Junior

Parte da esquerda brasileira se alvoroçou com a prisão do “japonês da federal”, dizendo que o personagem símbolo da luta contra a corrupção era ele mesmo um corrupto. Houve quem dissesse até mesmo que a prisão de Ishii comprometia todo o processo de impeachment.

Nem passa pela cabeça destes militantes questionar a própria natureza do “crime” de Newton Ishii – facilitação de contrabando.


3 comentários

  1. sergio silvestre
    quarta-feira, 8 de junho de 2016 – 17:22 hs

    Pau de galinheiro,como todos ai que estão no golpe de estado,são sujos e querem imputar a uma presidente honesta algo que não existe.

  2. Zé Venancio
    quarta-feira, 8 de junho de 2016 – 17:59 hs

    Os “esquerdistas” que comemoram a prisão do ex policial federal atual meliante são os mesmos que apoiaram Chavez e agora Maduro na Venezuela.
    O facínora nada mais é do que um policial corrupto de fronteira e como tal, deve amargar algum tempo vendo o sol nascer quadrado.
    A curiosidade é saber de qual etnia será o policial que o conduzirá ao xilindró…

  3. xiru de palmas
    quarta-feira, 8 de junho de 2016 – 18:58 hs

    E facilitar o contrabando, por parte de um policial, por acaso, não é corrupção?
    Ou tem outro nome?
    Ou é um crime de menor importância?
    Como diz o Moro: lugar de criminoso é na cadeia.
    Portanto, todos os brasileiros que torcem pela moralidade querem ver o “grande japones da federal” no xilindró

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*