Fruet corta gratificação de mais 150 médicos | Fábio Campana

Fruet corta gratificação de mais 150 médicos

fruet

Zé Beto

Agora já não falta somente medicamentos, raio x e médicos nos postos de saúde de Curitiba. Decreto do prefeito Gustavo Fruet (PDT) cortou as gratificações pagas a mais de 150 médicos responsáveis por coordenações e auditorias do sistema municipal de saúde – o que representa R$ 2 mil a menos nos salários dos profissionais responsáveis pelo gerenciamento e fiscalização do sistema. O pior: o decreto foi assinado na metade deste mês, mas os profissionais só ficaram sabendo ao receber o pagamento. Não houve nenhuma justificativa oficial para o corte. Com isso já existe mobilização para entrega de cargos de coordenação, já que sem a gratificação, boa parte dos profissionais acha que não vale a pena mais ficar em funções de tamanha responsabilidade.

(foto: divulgação)


2 comentários

  1. Pirro de Compostela
    quarta-feira, 1 de junho de 2016 – 18:01 hs

    Coordenação do que?

    Gerenciamento, fiscalização, auditoria?

    Vocês não fazem porcaria nenhuma, esse dinheiro engorda a conta de quem?

    Esse Fruet é chato pacas, tentei avisa-lo a sair dessa armadilha que é esta Fundação FEAS, que suga mais de 20.000.000,00( é isso mesmo, VINTE MILHÕES.) e ele não quis fazer nada.

    Fica com estes assistentes, superintendentes e puxa sacos que não fazem e não sabem nada.

    Acorda peão, mude a rota e se quiser uma orientação decente estou a disposição, não por voce, que não merece, mas pelas pessoas simples que confiam nas autoridades.

  2. Antonio Carlos
    quarta-feira, 1 de junho de 2016 – 21:05 hs

    Até agora nenhum dos médicos “injustiçados” se deu ao trabalho de mostrar o seu sagrado contra-cheque, não precisa dar o nome, é só mostrar a “garfada” que levou do palerma do prefeito. Quem é que está dizendo a verdade, o palerma ou os “pobres médicos garfados”?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*