Fruet abandonou a Santa Casa, diz Greca | Fábio Campana

Fruet abandonou a Santa Casa, diz Greca

O ex-prefeito Rafael Greca (PMN) disse que o prefeito Gustavo Fruet (PDT) abandonou a Santa Casa de Misericórdia. “É preciso reorganizar a saúde, abandonada pela prefeitura”.


4 comentários

  1. vilson
    terça-feira, 14 de junho de 2016 – 9:47 hs

    Ué. A Santa Casa bão é da PUC?

  2. TADEU ROCHA
    terça-feira, 14 de junho de 2016 – 10:00 hs

    AGORA RAFAEL GRECA ESTA CHEGANDO AS ELEIÇÕES VOCE ESTA ACHANDO TUDO CONTRA GUSTAVO, PORQUE ELE É O MELHOR COM CERTEZA.O POVO ESTA CHEIO DE BLÁ BLÁ, NÓS QUEREMOS POLITICO SEM MANCHA COMO GUSTAVO, OS PT VÃO COM CERTEZA TE AJUDAR POR CAUSA DO REQUIÃO. RAFAEL, DEUS ZÓ LIVRE

  3. ELEITOR PARANAENSE
    terça-feira, 14 de junho de 2016 – 11:16 hs

    O GRECA NA PREFEITURA FOI SÓ PROPAGANDA.
    ALEM DAS LOUCURAS DE ESPALHAR FLORAIS DE HELICOPTERO PELA CIDADE PAGAR JATINHO PARTICULAR PARA CANTOR DE OPERA. CONTA A LENDA QUE ELE LAVAVA AS MÃOS COM ALCOOL APOS COMPRIMENTAR POBRES EM FAVELAS.

  4. JUSTICEIRO
    terça-feira, 14 de junho de 2016 – 11:48 hs

    SANTA CASA DE MISERICÓRDIA – Há de se compreender que a Santa Casa é uma entidade de natureza filantrópica administrada pela PUC onde é cobrado até mesmo o uso do estacionamento do Hospital. Assim como o PEQUENO COTOLENGO, conta com numerosas fontes de renda para seu sustento e manutenção, e não só da Prefeitura, como se imagina. Seus titulares são pessoas religiosas, dignos de toda a confiança.Porém por estranho que pareça, os balanços de suas contas nunca são divulgados. Por isso,antes de tudo, resta saber se a entidade é bem administrada.Mais uma vez, portanto, antes de qualquer crítica seria interessante que fosse exigido pelos órgãos governamentais, maior transparência no tocante as receitas provenientes do SUS, dos PLANOS DE SAÚDE, do ATENDIMENTO PARTICULAR e outras verbas proveniente de doações de empresas e pessoas generosas que contribuem, bem como o número mensal de atendimentos e quais são suas DESPESAS diárias e destinação .

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*