Advogado-geral coleciona apoios para evitar demissão | Fábio Campana

Advogado-geral coleciona apoios para evitar demissão

medina

Vera Magalhães, Radar On-line

O advogado-geral da União, Fábio Osório Medina, passou o fim de semana angariando apoios de entidades ligadas à advocacia, à magistratura e ao Ministério Público como forma de contrabalançar a pressão pela sua demissão do cargo.

Uma série de episódios acabou minando 0 cacife de Medina no Palácio do Planalto. Ele se indispôs, inclusive, com Eliseu Padilha (Casa Civil), um dos que defenderam sua indicação.

Entidades como a Ajufe (de juízes federais), ADPF, que reúne os delegados da Polícia Federal, e Anauni, que congrega os advogados da União, soltaram notas no fim de semana em defesa da manutenção do advogado-geral.
O destino de Medina deve ser definido pelo presidente Michel Temer já nesta segunda-feira.


4 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 6 de junho de 2016 – 10:40 hs

    Quem está minando seu apoio são as empreiteiras e os órfãos do lulopetismo. Alguns jornalistas do nariz marrom lulopetistas e outros defensores das empreiteiras, que roubaram bilhões de reais, querem garantir a impunidade e acertar logo acordos de leniência para salvarem seus patrimônios. A mesma tática de enxovalhar reputações usadas nas cloacas do lulopetismo pelas baratas e ratazanas à soldo saíram dos bueiros para difamar e jogar titica no ventilador.

  2. Bob
    segunda-feira, 6 de junho de 2016 – 11:40 hs

    Se “achou”, fora! Tem que aprender a se comportar como todos, não é ninguém de especial. Um mortal como todos, sob a lei.

  3. Bob
    segunda-feira, 6 de junho de 2016 – 11:41 hs

    Tem que aprender a respeitar as leis. Se “achou”, fora! Tem que aprender a se comportar como todos, não é ninguém de especial. Um mortal como todos, sob a lei.

  4. Zé Venancio
    segunda-feira, 6 de junho de 2016 – 11:50 hs

    Temer vem mantendo o ritmo de nomeação – exoneração de pessoal, desde que assumiu o governo: um toda a semana…
    Patético…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*