Romanelli aponta liminar do STF que recalcula a dívida pública do Paraná | Fábio Campana

Romanelli aponta liminar do STF que recalcula a dívida pública do Paraná

romanelli (1)

O líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), destacou a liminar do Supremo Tribunal Federal que que recalcula a dívida pública do Paraná com União através de juros simples sem que haja sanções.“Esta renegociação das dívidas estaduais com a União é fundamental, pois os Estados estão sufocados por um indexador que impede investimentos nos serviços essenciais”, disse Romanelli.


“No Paraná, para citar um exemplo, o governo contraiu uma dívida de R$ 5 bilhões em 1998. Já pagou R$ 13,5 bilhões, mas, por causa dos juros e encargos, ainda deve R$ 9,8 bilhões. Ou seja, o atual modelo torna a dívida impagável”, completou Romanelli.

Para o cálculo dos seus empréstimos, a União aplica a fórmula de juro composto (juro sobre juro). Com a adoção do novo método, a estimativa da Secretaria da Fazenda do Paraná é de que não apenas a dívida paranaense estaria totalmente quitada, como restaria ainda um saldo credor de pouco mais de R$ 1 bilhão.

(foto: Pedro Oliveira/Alep)


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*