Responsabilidade é o fio condutor do governo no Paraná, afirma Rossoni | Fábio Campana

Responsabilidade é o fio condutor do governo no Paraná, afirma Rossoni

Valdir Rossoni, chefe da Casa Civil.Foto:ANPr

Valdir Rossoni, chefe da Casa Civil.Foto:ANPr

O chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, encaminhou nesta segunda-feira (2) uma mensagem para os deputados estaduais onde reafirma a determinação do governador Beto Richa em manter as contas públicas do Paraná sob controle, para evitar situações que se repetem em vários estados do País.

De acordo com Rossoni, o ajuste fiscal implantado com o apoio da Assembleia Legislativa assegura ao Paraná uma condição financeira diferenciada em relação à maioria dos demais entes da federação, mas esta situação exige cuidados constantes.

“A situação de equilíbrio é reflexo da responsabilidade do Governo do Estado em adotar medidas de ajuste fiscal desde o final de 2014 e ao longo do ano passado, antecipando-se aos efeitos perversos da crise”, afirma o secretário. “Esta mesma responsabilidade continuará a ser o fio condutor da nossa gestão, para o bem do Paraná e de todos os paranaenses”.

Rossoni cita reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, que informa as dificuldades pelas quais passam diversos estados em função da queda na arrecadação. A publicação relata que 11 governos estaduais têm problemas para pagar em dia os salários e benefícios de servidores públicos, prejudicando 1,5 milhão de trabalhadores.

O chefe da Casa Civil ressalta que o governador Beto Richa concedeu dois reajustes na remuneração dos servidores estaduais, somando um aumento de 14,4%, entre outubro do ano passado e janeiro deste ano. “A situação do servidor público do Paraná é uma exceção em meio a esta grave crise brasileira”, diz Rossoni.


2 comentários

  1. medonho
    segunda-feira, 2 de maio de 2016 – 19:41 hs

    Apesar de ser um admirador do rossoni, analisamos com ressalvas a postura do governador, no sentido de arrecadar e sair do vermeho.
    Agindo na base do tratoraço, aumentando impostos e tudo que pudesse subtrair do contribuinte, e jamais se preocupou com os excedentes de outros poderes, em especial, o judiciario.
    A máquina pesada, e ineficiente do executivo não houve enxugamento ou melhorias. Enquanto, nosso vizinho Santa Catarina sem mal tratar ou abusar do poder tem suas contas bem administradas.
    Bastou extirpar os superfluos e renegociar com os fornecedores….por outro lado o Paraná usou ação brutal e sem piedade.

  2. terça-feira, 3 de maio de 2016 – 15:33 hs

    Corretíssimo o Chefe da Casa Civil Valdir Rossoni, os ajustes fiscais promovidos pelo Governador Beto Richa, antecipando-se a crise econômica, é o que hoje está salvando a lavoura, tanto dos servidores públicos, como das prefeituras, o governo teve a coragem e a ousadia, de agir no momento certo, antecipando-se aos demais Estados da União, que hoje sofrem para cumprir deveres básicos como o pagamento dos servidores, e de seus fornecedores, já aqui no Paraná as contas estão em dia, sobrando até para investir nos municípios.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*