Pedágio tem que ter obras e tarifas justas, diz Paranhos | Fábio Campana

Pedágio tem que ter obras e tarifas justas, diz Paranhos

parannhos

O deputado Paranhos (PSC) defendeu nesta segunda-feira, 16, que as concessões de pedágios no Paraná têm que ter obras e tarifas justas ao participar do lançamento da Frente Parlamentar Contra a Renovação dos Contratos do Pedágio. “Com apoio de entidades, associações e sindicatos que representam o setor produtivo, lançamos a frente cujo o principal objetivo é impedir a renovação dos atuais contratos e viabilizar novas licitações, transparentes, com obras e tarifas justas”, disse Paranhos no plenarinho da Assembleia Legislativa.

Paranhos apresentou requerimento em que solicita a instalação de comissão especial para tramitação da PEC nº 5/2015, de sua autoria. O texto estabelece que renovações ou prorrogações contratuais de pedágio só podem acontecer depois de consulta pública por meio de plebiscito.


“Nesses 17 anos a única parte que não foi ouvida e que pagou a conta foi a população, por isso entendemos que nesse momento que estamos chegando ao fim do contrato é preciso que a gente ouça a população e mostre um formato de pedágio que seja o que a população espera do poder público”, defende Paranhos.

Ainda segundo a PEC, a consulta popular deve ser precedida de ampla divulgação pela imprensa sobre os detalhes dos contratos: trechos a serem pedagiados, valor das tarifas, formas de reajuste, obras a serem executadas, taxas de retorno das concessionárias, entre outros pontos.

(foto: Pedro de Oliveira/Alep)


Um comentário

  1. terça-feira, 17 de maio de 2016 – 12:17 hs

    Está passando da hora, ou já passou, para que o serviço de PEDÁGIO seja desvendado. O povo não sabe como foram realizados os contratos e muito menos os famosos ADITIVOS que trouxeram inúmeros resultados positivos para as concessionários e para nós, os pedagiados, de vez em quando um faixa ADICIONAL. ADICIONAL foi o dinheiro arrecadado por elas, sendo que no vizinho Estado de Santa Catarina o pedágio mais caro custa R$2,30 (DOIS REAIS E TRINTA CENTAVOS) enquanto aqui custam cerca de R$14,00 e certos trechos mais caros ainda. É um absurdo ter que aguentar tanta PATIFARIA.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*