Paulo Martins desqualifica Waldir Maranhão e defende a cassação do seu mandato | Fábio Campana

Paulo Martins desqualifica Waldir Maranhão e defende a cassação do seu mandato

paulo martins

O deputado Paulo Martins (PSDB) desqualificou o presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), defendeu sua cassação e disse que o ato dele não produz nenhum efeito jurídico. “O ato do desqualificado Waldir Maranhão não produz nenhum efeito jurídico. Ele não tem poder para anular uma votação e o processo de impeachment já nem se encontra mais na jurisdição da Câmara dos Deputados e por isso deve ser absolutamente ignorada pelo Senado”, disse Martins.

“Defendo que Waldir Maranhão sofra uma representação no Conselho de ética, seja cassado e tenha o resto de sua existência ignorada pelo país”, completou o deputado tucano.


7 comentários

  1. Rock
    segunda-feira, 9 de maio de 2016 – 16:06 hs

    Esse falando e o meu cachorro latindo a validade é a mesma

  2. COMANDO
    segunda-feira, 9 de maio de 2016 – 16:10 hs

    Já, e vai tarde…

  3. TADEU ROCHA
    segunda-feira, 9 de maio de 2016 – 16:13 hs

    PAULO MARTINS VOCE É CURITIBANO GENTE FINA….. OS CURITIBANOS ESTÃO CONTENTE COM VOCE.

  4. FCarraro
    segunda-feira, 9 de maio de 2016 – 17:12 hs

    Me lembra Tomás de Torquemada atuando…

  5. Olho vivo
    segunda-feira, 9 de maio de 2016 – 20:02 hs

    ESSE Maranhão É LIXO,IGUAL A TODA ESSA ESCÓRIA ptRALHA,O FERNANDINHO BEIRA MAR,TEM MAIS CARÁTER DO QUE TODOS ELES JUNTOS.

  6. walter
    segunda-feira, 9 de maio de 2016 – 20:13 hs

    É isso Paulinho, ripa nessa corja, os paranaenses ainda vão te conhecer melhor, não dá moleza pra estes trastes não. Mostre a força da terrinha.

  7. Mario
    terça-feira, 10 de maio de 2016 – 8:05 hs

    Enfim um Deputado que traduz o pensamento dos paranaenses, uma Voz em Brasilia. Força Paulinho, o nosso Congresso nos envergonha, você faz a deiferença. Tenho acompanhado a sua atuação e já se declarou anti petista antes de assumir a vaga na câmara dos deputados.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*