Ney Leprevost canta e abre o coração no "Política e Viola" | Fábio Campana

Ney Leprevost canta e abre o coração no “Política e Viola”

ney-politica-viola

O deputado Ney Leprevost (PSD) começou a trabalhar aos 13 anos de idade, como repórter esportivo da Rádio Globo. Hoje é formado em Administração, jornalista e um político focado em temas como saúde, crianças, idosos, inclusão social, educação, esporte e turismo. Gosta de ser deputado, mas admite ter reservas com relação à política. Essas e outras revelações estão no “Política & Viola”, programa apresentado pela dupla sertaneja Willian & Renan, que vai ao ar neste sábado (14), às 21h30, pela TV Assembleia.


“Política, hoje, assusta”, diz Ney, para quem o noticiário negativo que envolve a atividade, hoje em dia, preocupa. Ainda mais quando sugerem que o filho será seu sucessor político. “Política é algo muito importante e o país só vai melhorar através dela, mas é muito difícil não entrar em fria. Por isso prefiro que o meu filho se dedique a outra atividade”, confidencia.

Curitibano da gema, Ney se mostrou um convidado extremamente desenvolto. Anos de familiaridade com o rádio o transformaram num entrevistado com grande domínio de palco. Leprevost tem voz de barítono e canta bem o suficiente para ser elogiado pelos apresentadores e pelos convidados músicos do programa. Tem dois irmãos que cantam, um como amador talentoso e outro que é músico de fato.

O deputado gosta também de contar causos e compartilhar lembranças. Um avô fez os netos mergulharem no mundo mágico de Monteiro Lobato. O outro, ainda vivo aos 91 anos, João Abrão, tem uma história antológica. Na cidade onde morava, Piraí do Sul, eram registrados muitos casos de lepra (como se chamava na época a hanseníase).

O avô de Ney visitava a casa de um dos portadores da doença quando o dono da casa ofereceu um café. Naquele tempo não se sabia como a hanseníase era transmitida e compartilhar utensílios com os doentes era uma enorme temeridade. O avô de Ney recebeu a xícara de café e percebeu que ela estava rachada. Pensou com os seus botões. “Vou beber por ali, que ninguém deve usar aquele canto”. Quando terminou de tomar foi elogiado pelo dono da casa. “Gostei de ver o senhor, seu João. Eu também gosto de tomar o café por aquele lado rachadinho”.

Os músicos convidados do programa foram os integrantes do grupo Viola Quebrada, que toca músicas sertanejas de raiz. Formado em 1997, o grupo é integrado hoje por Oswaldo Rios – voz e violão; Rogério Gulin – viola caipira; Rubens Pires – sanfona; Sandro Guaraná – contrabaixo; Marcão Saldanha – percussão e bateria e Marinez Amatti – voz e violão. O grupo Viola Quebrada nasceu da vontade de músicos reunidos em Curitiba de tocar a música caipira brasileira. Os integrantes têm formações musicais diferentes, indo do erudito ao rock, passando pelo jazz e pela MPB, mas o Viola Quebrada foi reunido justamente por causa do gosto que todos cultivam pela música nativa. No programa cantaram músicas próprias e clássicos sertanejos como Chico Mineiro e o Menino da Porteira.

O “Política & Viola” é parte da nova grade de programação da TV Assembleia (antiga TV Sinal) e segue a diretriz estabelecida pelo presidente da Casa, deputado Ademar Traiano (PSDB), e pela Mesa Diretora da Assembleia, de mostrar o lado humano dos deputados e buscar aproximar a Assembleia da sociedade. O programa vai ao ar todos os sábados às 21h30, pelo canal 16, para quem assina a NET, e tem reprises no domingo e nas quintas-feiras, ao meio-dia. O programa também pode ser visto na internet.

(foto: Pedro de Oliveira/Alep)


2 comentários

  1. Dionleno Silva
    sexta-feira, 13 de maio de 2016 – 13:18 hs

    Candidato faz de tudo pra se eleger, depois que é eleito tira 4 anos de férias para descansar por causa dos sacrifícios de campanha.

  2. Aloisio Di Antunes
    sexta-feira, 13 de maio de 2016 – 16:56 hs

    Boa iniciativa da Assembleia em mostrar o lado humano dos deputados. Acabamos conhecendo somente os projetos e posições políticas dos parlamentares.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*