Lava Jato: 65 inquéritos investigam 92 políticos | Fábio Campana

Lava Jato: 65 inquéritos investigam 92 políticos

Renan e Cunha Antonio Cruz ABr

Há no Supremo Tribunal Federal 65 inquéritos que envolvem ao menos 92 parlamentares e autoridades com foro privilegiado, investigados na Operação Lava Jato. Todo esse trabalho vem sendo coordenado pelo ministro-relator Teori Zavascki, sob segredo de Justiça, e mostra que o maior escândalo de corrupção da História, iniciado no governo Lula, em 2004, e desbaratado no governo Dilma, em 2014, está longe de acabar. A informação é do colunista Claudio Humberto, do Diário do Poder.

São investigados no âmbito do STF políticos como os presidentes da Câmara, deputado Eduardo Cunha, e do Senado, Renan Calheiros.Eduardo Cunha soma oito inquéritos no STF, até agora, mas há quem aposte: em breve, ele ultrapassará Renan Calheiros, hoje com nove.

Na Câmara, 298 (58%) dos 513 deputados respondem a algum tipo de processo na Justiça; de ações eleitorais a ações penais.

No Senado, segundo o portal Excelências, 45 (55,5%) dos 81 senadores respondem a algum tipo de processo na Justiça.


3 comentários

  1. segunda-feira, 2 de maio de 2016 – 14:59 hs

    “Pelo fim do foro privilegiado já. À exceção apenas para os considerados ‘crimes de opinião’ no exercício do mandato. Isso virou um balaio de gatos sem vergonha. Bandidos condenados em primeira e segunda instância, antes da alteração dada pelo STF, se escondiam no legislativo apenas para fugir do braço forte da lei…” – Profº Celso Bonfim

  2. Paranaense
    segunda-feira, 2 de maio de 2016 – 15:05 hs

    Engraçado que não foi citado nenhum político do PSDB. Porque será??? São todos santos??? Pelo que se saiba, até teu patrão (Beto Richa) está atolado até o pescoço. Faxina política já !!! Vou recrudescer a seguinte ideia: NÃO REELEJA NENHUM POLÍTICO.

  3. JOHAN
    segunda-feira, 2 de maio de 2016 – 18:43 hs

    Caro FÁBIO, vejamos a caótica situação em que se encontram as casas legislativas, não possuem quadros com moral e ética para legislar, e essa ação é consequência de um desgoverno corrupto instalado em 2003, que no período patrocinou a degradação da moral e da ética da classe política, com foco na obtenção do poder e perpetuar-se no mando, promovendo uma DITADURA com votos de cabresto dos eleitores analfabetos e mal educados, pelos professores desqualificados da APP / SINDICATO. Os membros da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA ficam alvoroçados quando citam que a classe política é corrupta e questionam, onde estão os TUCANOS? No meio da bancada da ORGANIZAÇÃO também tem TUCANOS, que serão tratados com a mesma vara, pois a que bate em CHICO, bate em FRANCISCO. NÃO AO ACORDÃO PARA LIVRAR POLÍTICO DE QUALQUER PARTIDO. O bonde do JUIZ SERGIO MORO, continua o seu percurso, passando por todas as estações. Não ficará um politico corrupto sem contato, é apenas uma questão de tempo. A sociedade apoia as ações do JUIZ SERGIO MORO, na limpeza ética que os agentes políticos não foram capazes de realizar. Atenciosamente. . …

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*