Desafio na Saúde é gastar melhor, afirma Ricardo Barros | Fábio Campana

Desafio na Saúde é gastar melhor, afirma Ricardo Barros

Ricardo-Barros

Ricardo Barros (PP-PR) deve ser confirmado nas próximas horas como ministro da Saúde do governo Michel Temer. Deputado por quatro mandatos e um dos maiores especialistas em Orçamento no Congresso, Barros afirmou ao jornal Valor Econômico nesta quinta-feira, 12, que vai usar a sua experiência para organizar as finanças e a tentar gastar melhor o dinheiro da área

“O que posso contribuir se for chamado é com gestão e financiamento, que é o que sou especializado. O desafio é gastar melhor os recursos que temos. Mais recursos eu acho difícil”, afirmou.


6 comentários

  1. Jair Carneiro
    quinta-feira, 12 de maio de 2016 – 12:27 hs

    Sabias palavras do Ricardo Barros, dinheiro temos na saúde precisamos otimizar os gastos, acho que um encontro urgente com secretários de saúde do Brasil por região iria contribuir em muito para a tomada de decisões

  2. Zé Venancio
    quinta-feira, 12 de maio de 2016 – 13:33 hs

    Da família Sus domesticus jovem, com estrabismo. Traduza…

  3. ELEITOR DE BOA MEMORIA
    quinta-feira, 12 de maio de 2016 – 13:38 hs

    CARO DEPUTADO E MINISTRO TEMOS CERTEZA QUE O SENHOR HONRARÁ O ESTADO DO PARANA. DESEJO SUCESSO NA GESTÃO

  4. Cesar
    quinta-feira, 12 de maio de 2016 – 13:48 hs

    A primeira coisa que o Ricardo Barros deveria fazer é cancelar o convênio com os falsos médicos de Cuba.
    O programa Mais Médicos é uma fonte de financiamento ao regime comunista de Cuba.

  5. A HORA DA VERDADE
    quinta-feira, 12 de maio de 2016 – 16:49 hs

    Para qualquer politico ser Ministro de Estado é uma oportunidade rara. Para ser ministro da Saúde (na atual contingencia da dramática situação da saúde pública brasileira) necessariamente não precisa ser médico. Mas, especialmente para nos paranaenses – é bom lembrar, que assim como pode consagrar o cara, pode afundar para sempre se seu comando for ineficaz e improdutivo.
    Dois exemplos mostram isso com clareza inquestionável.
    FHC como Ministro da Fazenda, chegou a Presidência e consagrou-se.

    Mas Rafael Greca de Macedo, no Ministério da Cultura, foi um fiasco e o começo da sua derrocada como politico. Só é lembrado pelo feito cômico de ter construído uma Caravela para comemorar o descobrimento, que naufragou ao tentar navegar.

    Precate-se novel ministro da saúde porquanto nesta terra a historia mostra que a saúde exige muito mais que a cultura e o mar revolto não esta pra amadores.

  6. OTIMISTA
    sexta-feira, 13 de maio de 2016 – 6:08 hs

    Temos mais um Paranaense no Ministério. Esperamos muito dele
    pelo Brasil porque nos últimos anos o PT dominou o país e execrou
    o Paraná literalmente. A saúde é um pilar de sustentação que pre-
    cisa ser reconstruído com urgencia porque estão morrendo gente
    por todo o lado. A educação virá em seguida e a médio prazo por-
    que como o país vai educar um morto !?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*