Corregedoria arquiva mais duas representações contra juiz Moro | Fábio Campana

Corregedoria arquiva mais duas representações contra juiz Moro

marcio-fernandes-estadao

Gustavo Aguiar, O Estado de S. Paulo

A corregedora nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, arquivou, nesta segunda-feira, 30, mais duas representações contra o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba e responsável pelos processos da Lava Jato na primeira instância. O magistrado foi questionado por ter supostamente cometido infrações disciplinares em decisões que envolvem as investigações contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

As reclamações eram de autoria de um advogado alagoano e do deputado estadual Anísio Soares Maia, do PT da Paraíba. As ações apontavam que Moro deveria ser afastado da Lava Jato por agir com parcialidade ao autorizar a condução coercitiva de Lula, classificada como desnecessária pelos autores. Além disso, afirmavam que a suposta proximidade do magistrado com parlamentares do PSDB e representantes da TV Globo o desautorizava a atuar no caso.

Outro argumento usado era de que Moro deveria ser punido por violar o sigilo das interceptações telefônicas obtidas no âmbito da investigação envolvendo autoridade com prerrogativa de ser investigada apenas no Supremo Tribunal Federal, no caso a presidente afastada Dilma Rousseff. Assim como em decisões anteriores das últimas semanas, a ministra Nancy negou as alegações.

Com isso, das 14 reclamações contra Moro que tramitavam na corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) desde março, apenas duas restaram. A previsão é de que, como elas têm argumentação semelhante às demais, também acabem sendo arquivadas pela ministra.


5 comentários

  1. Helena
    segunda-feira, 30 de maio de 2016 – 20:32 hs

    Deveria é mandar prender esses petistas que entram com representações contra o Juiz Sérgio Moro. A carapuça tem servido direitinho neles. Ou será que estão com medo de que a Lava Jato chegue até as suas polpudas contas bancárias ou depositados em paraísos fiscais?

  2. Profª Marisa
    segunda-feira, 30 de maio de 2016 – 20:49 hs

    Por que Lula não pode ser investigado, sua família não podem ser investigados ??? Ninguém está acima da lei !! Temos que dar um basta na impunidade, principalmente para políticos. Nos EUA, até o presidente é investigado, não tem foro privilegiado, é julgado e punido como qualquer cidadão comum.

  3. Juca
    segunda-feira, 30 de maio de 2016 – 20:51 hs

    Juiz Moro, o Sr.não fez nada de errado e está devendo ao povo decente a prisão preventiva do Sr. Lula da Silva.

  4. kbci
    segunda-feira, 30 de maio de 2016 – 22:35 hs

    Essa “petralhada” não tem sossego mesmo !!! Estão a pensar que todos os brasileiros “pensam” assim como eles e “agem” assim como eles !!

  5. lika
    terça-feira, 31 de maio de 2016 – 16:20 hs

    Juiz Sergio Moro, Parabens, ladrão, vagabundo tem que ser escrachado mesmo, graças a sua atuação essa quadrilha que se instalou no poder, delapidando nossa pátria está pagando e não é só o PT não, são todos os partidos. graças a Deus ainda mesmo que tarde essa corja tá pagando e isso aqui não vai se transformar numa Venezuela.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*