Alerta vermelho | Fábio Campana

Alerta vermelho

Além das gravações dos senadores Romero Jucá e Renan Calheiros e do ex-presidente José Sarney, políticos de diversos partidos – e não apenas do PMDB – estão em estado de alerta diante do que pode conter a deleção premiada de Sérgio Machado, já homologada por Teori Zavascki.

A maioria acha que existem mais gravações e com conteúdo mais explosivo: em 12 anos na Transpetro, Machado teria promovido outro esquena de propinas. O próprio presidente em exercício, Michel Temer, também teve um encontro com ele e a simples menção a seu nome poderia abalar a imagem do novo governo.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*