Traiano no repasse de 28,6 mi à saúde a 249 municípios | Fábio Campana

Traiano no repasse de 28,6 mi à saúde a 249 municípios

índice

O presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), participou hoje (19), junto com o governador Beto Richa, deputados e prefeitos, da distribuição de recursos no Programa ApSUS (Atenção Primária no SUS), para unidades de saúde 249 municípios do Paraná. O presidente da Assembleia enfatizou que enquanto o Paraná faz investimentos expressivos “em setores essenciais, como a saúde, a maioria dos Estados brasileiros, tem dificuldade de pagar a folha do funcionalismo e manter em funcionamento seus hospitais. Isso se deve ao governador Beto Richa que se antecipou ao colapso da economia brasileira”.

“A União constrói a obra e não instrumentaliza a Unidade Básica de Saúde, nem as UPAs. Aí sobra para o prefeito, porque dificulta o funcionamento, já que os equipamentos são muito caros. Isso vira um “mico” na mão dos gestores. Já o governo do Estado faz o contrário. Ele fornece a infraestrutura completa para que o prefeito possa oferecer à sua gente uma possibilidade completa de atendimento”.

Beto Richa, por sua vez, destacou aos prefeitos que a coragem dos “deputados, que aprovaram o ajuste fiscal, enfrentando incompreensões e até a hostilidade de uma opinião pública manipulada pelo PT. Nesse momento, o Paraná investe enquanto a maior parte do Brasil atravessa as maiores dificuldades para cumprir compromissos básicos”.

Entre os municípios beneficiados pelas verbas estão cidades do Sudoeste. Entre elas, Entre eles Chopinizinho, Clevelândia, Coronel Vivida, Honório Serpa, Amperé, Barracão, Bom Jesus do Sul, Cruzeiro do Iguaçu, Enéas Marques, Pérola d’Oeste, Salgado Filho, Snato Antônio do Sudoeste, Medianeira, São Miguel do Iguaçu e Bom Sucesso do Sul. Para Traiano: Entre eles Chopinizinho, Clevelândia, Coronel Vivida, Honório Serpa, Amperé, Barracão, Bom Jesus do Sul, Cruzeiro do Iguaçu, Enéas Marques, Pérola d’Oeste, Salgado Filho, Snato Antônio do Sudoeste, Medianeira, São Miguel do Iguaçu e Bom Sucesso do Sul.

O governador anunciou a liberação de recursos para a compra de equipamentos para unidades de saúde da família de 249 municípios. Cada prefeitura vai receber R$ 115 mil. Os equipamentos incluem mesas clínicas, aparelhos de consultório odontológico, pinças, armários, móveis, autoclaves e armários são alguns dos materiais que poderão ser adquiridos com os recursos.O programa de qualificação da atenção primária do SUS (ApSUS), criado nesta gestão e que já destinou R$ 183 milhões para a construção, reforma e/ou ampliação de 503 unidades de saúde em todo o Estado.

O Estado já repassou R$ 157 milhões e até o final do ano serão destinados mais R$ 41 milhões, total de R$ 198 milhões em seis anos para o custeio dessas unidades. Ainda através do ApSUS, 35 mil profissionais de atenção primária estão sendo capacitados para suas funções. Tudo para garantir a oferta de serviços de saúde mais qualificados para a população, e mais perto de onde ela mora.
O programa de Atenção Primária à Saúde, é um um programa inovador do governo estadual, pois institui uma nova lógica para a organização da Atenção Primária à Saúde (APSUS), estreitando as relações entre o Estado e os Municípios, fortalecendo as capacidades de assistência e de gestão.


3 comentários

  1. Ketlin Pamella
    terça-feira, 19 de abril de 2016 – 16:43 hs

    Deveriam é mandar este dinheiro para Hospital de queimados em Cascavel, VERGONHA LÀ!!

  2. Pedro
    terça-feira, 19 de abril de 2016 – 17:16 hs

    O Paraná tem 399 municípios, se o governo contemplou apenas 249, e os outros? Ah, não são do partido ou não rezam a mesma cartilha do gestor atual, que feio, politicagem barata.
    O mesmo dinheiro arrecadado nos 249 municípios contemplados é o mesmo dos excluídos, e ainda enche o peito e fala em ajuste fiscal do estado. A única coisa que sentimos, foi meter com mais avidez a mão em nossos bolsos, aumentando a carga tributária. O bom é que este não se elege nem a síndico de prédio mais.

  3. Zé Venancio
    terça-feira, 19 de abril de 2016 – 20:47 hs

    Será que agora, com a pujança financeira demonstrada pelo governador, policiais, professores e outras categorias receberão suas promoções e progressões em atraso, algumas à mais de um ano? A conferir…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*