Armínio Fora | Fábio Campana

Armínio Fora

Painel, Folha de S. Paulo

No dia seguinte à votação do impeachment, Michel Temer jantou com Aécio Neves e Armínio Fraga. De acordo com peemedebistas, o vice ouviu que o economista não assumirá o Ministério da Fazenda, mas está disposto a auxiliar, de fora, um eventual novo governo. O PSDB seguirá o mesmo princípio: ajudará no que for preciso para tirar o PIB do chão, mas sem ocupar cargos. Se alguém no partido decidir integrar um ministério, terá de fazê-lo na cota pessoal de Temer.


2 comentários

  1. COMANDO
    terça-feira, 19 de abril de 2016 – 10:21 hs

    Toda ajuda é bem vinda, queremos um Brasil prospero.

  2. Zé Ninguém
    terça-feira, 19 de abril de 2016 – 10:35 hs

    O cara nem começou e já era, está se parecendo com os ministros da querida companheira, assume de manhã e à tarde já pede demissão.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*