Requião e a sinecura | Fábio Campana

Requião e a sinecura

Tem petista de alto coturno, que habita o Palácio do Planalto, de maus bofes com Requião. O ministro Edinho Silva não engoliu a maldade de Requião contra a presidente Dilma Rousseff por conta do apoio que ela deu ao projeto do tucano José Serra que acaba com o monopólio da Petrobras na exploração do pré-sal. Os palacianos ofendidos defendem que Requião devolva as sinecuras que negociou em troca de apoio a Dilma. A começar pelo cargo de conselheiro de Itaipu, de mais de R$ 20 mil mensais, ocupado pelo irmão do senador Requião, Maurício, o que não conseguiu ir para o Tribunal de Contas.


4 comentários

  1. Juca
    quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016 – 13:18 hs

    Simples, não precisa devolver o cargo, basta a energumena revogar a nomeação e pronto. Simples não é?

  2. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016 – 13:32 hs

    Tem que privatizar a Petrobrás e todas as estatais. Ainda falta responsabilizar civil e criminalmente os membros do conselho de administração e da diretoria que levaram a estatal ao fundo do barril. Todas as corajosas instituições de defesa do patrimônio público, do consumidor e dos acionistas minoritários estão silentes e acovardadas.

  3. Cesar
    quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016 – 13:45 hs

    Vejam quanto custa a família Requião aos cofres públicos:

    1) Requião pai: 33 mil reais de salário de senador + 25 mil de aposentadoria vitalícia;
    2) Requião filho:25 mil reais de salário de deputado;
    3)Irmão do Requião: 20 mil reais de “conselheiro” de Itaipú.

    Total:103 mil reais por mês!
    Obs:sem contar as verbas de gabinetes…

  4. JOHAN
    quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016 – 14:31 hs

    Caro FÁBIO, com essa colocação dos membros da ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA PETISTA, onde os parceiros do PINÓQUIÃO informam que ele recebeu PIXULECO da ORGANIZAÇÃO. Como o PINÓQUIÃO sempre jurou honestidade, os parceiros informaram que o mesmo gosta de um afago. Pinóquião, favor iniciar a explicação desse e dos demais que estão próximos e que serão colocados de conhecimento público .Atenciosamente.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*