O Beijo, segundo Fruet | Fábio Campana

O Beijo, segundo Fruet

Uma postagem da Prefeitura de Curitiba nas redes sociais causou polêmica e dividiu opiniões. A histórica imagem de um marinheiro beijando uma desconhecida enfermeira para comemorar o fim da Segunda Guerra Mundial foi usada para alertar sobre casos de assédio que acontecem na época do carnaval. Alguns concordaram com o aviso e espalharam a iniciativa. Para outros, a escolha da imagem foi infeliz e a história foi distorcida. A seguir, o comentário do jornalista Paulo Martins:

facebook - paulo martins

“Ataque politicamente correto

Paulo Martins

Essa é uma das mais belas fotos que registram o fim da Segunda Guerra. Eufórico com o fim do conflito, o marinheiro beija a enfermeira. Repare na alegria estampada nos rostos dos homens e mulheres que presenciam a cena. A Prefeitura de Curitiba utilizou a foto em um post que alerta sobre assédio sexual no carnaval. O patético politicamento correto da “Prefs” violentou a imagem e a história. Bons tempos aqueles em que prefeitura se ocupava fazendo asfalto”.


10 comentários

  1. Cesar
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016 – 11:39 hs

    Mais uma bela obra dos comissionados do PT…

  2. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016 – 11:55 hs

    “A juventude envelhece, a imaturidade é superada, a ignorância pode ser educada e a embriaguez passa, mas a estupidez dura para sempre”. Esta foto está imortalizada numa estátua de 9 metros de altura em Civitta Vecchia, o porto. Mas, na vilinha de NS da Luz tudo continua como no tempo de Tindiqüera.

  3. Paulo
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016 – 12:53 hs

    Parem de romantizar o assédio , a prefeitura está certa, por mais que o momento seja de felicidade o que aconteceu foi um abuso e a própria enfermeira reconhece isso. A mulher e o homem só deve ser tocado, beijado, etc se for do seu próprio desejo e não por um qualquer desconhecido bebado como foi o caso da foto.

  4. Roberto
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016 – 13:16 hs

    Fruet vendeu a alma ao diabo… e o Brahma não devolve nada.

    Mais uma obra do anão; alguém esqueceu aquela outra? A dos privilégios dos “deficientes”???

  5. Politicamente incorreto
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016 – 14:05 hs

    Mais uma postagem ridícula dos imbecis comissionados do atrapalhado Fruet….é isso que dá a falta do que fazer….ficam inventando M e recebendo os polpudos salários no fim do mês….essa é a administração de fachada municipal via redes sociais….Curitiba está fu…e mal paga mesmo!!!

  6. Valdo
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016 – 15:10 hs

    Vocês queriam o que de militantes petistas instalados nas barricadas do Fruet?…Nem estagiário secundarista deixaria de verificar os créditos da foto e o motivo dela.
    O que a Prefeitura fez foi violar um registro sagrado e enaltecido pelo planeta ao fim de uma guerra.

  7. Mauri
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016 – 15:43 hs

    Não seja este cara.
    Não seja herói..
    Não lute por seu país..
    Não chore por colegas que morreram na guerra..
    Não seja patriota..

    NEM NO CARNAVAL NEM NUNCA. Talvez fosse melhor ser candidato a prefeito….

  8. Nico do Salão
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016 – 18:56 hs

    Sei não, sei não, sinistro, muito sinistro essa assessorada desvairada do prefeito marcha lenta(40 k/h)
    A foto simboliza o fim de uma guerra que mata, sufoca, reprime, enfim é o pior dos pesadelos da humanidade.
    Sinistra, muito sinistra a frase também, sei não,” nem nunca”, agora to fora de veis

  9. chaves
    sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016 – 21:29 hs

    Marketing às avessas!!!!

  10. Observador Atento
    sábado, 13 de fevereiro de 2016 – 0:11 hs

    Mais uma midia “criativa” da “competente” assessoria do prefeito. Não conhecem a história e distorcem o significado de uma imagem.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*