Militares das Forças Armadas nas ruas contra o Aedes aegypti | Fábio Campana

Militares das Forças Armadas nas ruas
contra o Aedes aegypti

exercito

O Paraná terá 3,7 mil militares das Forças Armadas nas ruas na campanha contra o mosquito Aedes aegypti, no dia 13 de fevereiro, em 19 cidades. Os militares vão distribuir material impresso com orientações para a população sobre como manter a casa livre dos criadouros do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e do Zika vírus. Com informações da CBN/Curitiba.

Os militares vão atuar em Apucarana, Cambé, Cascavel, Castro, Catanduvas, Curitiba, Ibiporã, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guaíra, Guarapuava, Lapa, Londrina, Palmas, Palmeira, Paranaguá, Ponta Grossa, Rio Negro e São José dos Pinhais.

A ação vai ocorrer simultaneamente em todo o País, com o total de 220 mil militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica mobilizados.

A meta, segundo o Ministério da Defesa, é visitar três milhões de residências em 356 municípios por todo o país, incluindo todas as cidades consideradas endêmicas, de acordo com indicação do Ministério da Saúde, e as capitais do País.

De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde do Paraná no último dia 2/2, o estado apresenta 3.444 casos confirmados de dengue.

Comparado ao boletim da última semana, houve um aumento de 28% de casos no Estado. Apesar desse aumento, o número de municípios em epidemia se manteve em 11.

Foz do Iguaçu apresentou o maior aumento no número de casos autóctones, ou seja, contraídos dentro do próprio município. Em uma semana, Foz passou de 385 casos de dengue para 562. O aumento significativo fez com que a cidade decretasse situação de urgência.


4 comentários

  1. O Insuportável
    sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016 – 15:09 hs

    Agora vamos ver se os caras são mesmo bons de pontaria! Mas…cadê os FAL? Nossas FFAA, antes cassavam comunistas; agora, mosquitos!!! Que evolução!!!! Está bem, peguem os mosquitos primeiro, mas não se esqueçam dos comunistas que zicaram o Brasil!!!!!

  2. sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016 – 16:50 hs

    Tinha esperança que fosse para outra coisa !

  3. Olho vivo
    sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016 – 17:41 hs

    É SÓ PRA ISSO QUE PRESTAM,CUMPRIR COM A OBRIGAÇÃO CONSTITUCIONAL, QUE É ACABAR COM TODO O LIXO PTRAIA,PRA ISSO NAO SERVEM,PESO MORTO QUE SÓ DA DESPESA.

  4. Eu Cobro
    sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016 – 20:47 hs

    faço coro ao comentário do Alvaro Barros, mas para o caso vejo que até nessa ação o governo petista é aloprado: vejamos…o mosquito não nasce na água? então o caso não é com o EB, mas com a Marinha, e depois de nascido ele não voa? daí o caso é com a FAB…..eita governo desorganizado nas sua ações.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*