Lula adia depoimento e irrita Procuradores | Fábio Campana

Lula adia depoimento
e irrita Procuradores

A liminar que suspendeu o depoimento de Lula ao Ministério Público de São Paulo, concedida pelo conselheiro Valter Shuenquener de Araújo, do CNMP – Conselho Nacional do Ministério Público, foi surpreente. Não é comum conceder liminar a alguém sem envolvimento no processo, como é o caso do deputado Paulo Teixeira, um militante de alto coturno do petismo.

O procurador Cassio Conserino, que investiga Lula no caso do Triplex do Guarujá, ressaltou que o pedido de providências ao CNMP foi feito “em nome alheio e sem procuração para tanto”, em referência ao deputado Paulo Teixeira. Conserino declarou que a liminar concedida pelo conselheiro Valter Araujo “prejudica o trâmite da investigação criminal” e que o CNMP foi “induzido em erro” pelo deputado Paulo Teixeira.

Ele também citou decisão da juíza Tatiana Guerra, da 5ª vara criminal de São Paulo, que determinou a abertura de nova investigação criminal ao julgar o caso de fraudes na Bancoop, no qual se insere o caso do triplex de Lula no Guarujá.

Bom lembrar que a indicação de Valter Shuenquener de Araújo para o CNMP teve a bênção de Ricardo Lewandowski e sua aprovação na CCJ do Senado ocorreu em regime de urgência em setembro do ano passado.


6 comentários

  1. Olho vivo
    quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016 – 13:44 hs

    ESSE MONTE DE MDA SE ACHA,PÕE ESCOLTA POLICIAL E LEVA PRESO,VAGABUNDO SEM CARÁTER.

  2. Juca
    quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016 – 13:57 hs

    Claro, o Conselheiro Valter Shuenquener de Araújo é Juiz Federal e não Promotor ou Procurador de Justiça. Era de se esperar tal decisão em caráter liminar.

  3. ciro
    quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016 – 15:08 hs

    Se isso ao final não der em nada, só restará uma coisa, ir as ruas e detonar, ou apenas seguir os exemplos que vem de cima. mFaçam o que fizer ninguém será punido.

  4. quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016 – 19:32 hs

    Estao brincando com coisa muito seria,por muito menos em 1964′ o povo pedir ao Exercito acabar com as bandalheira de esquerdas hoje se comparado com aquela época ,e espantosa,estamos abeira de um abismo,nao podemos mais continuar com este tipo de governo modelo Luladrao!!!!

  5. Moisés Fróes
    quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016 – 21:41 hs

    O conselheiro Valter não foi induzido ao erro nada; foi malandragem mesmo dos corruptos do PT: Lewandowiski, esse Valter, esse Paulo Teixeira e mais alguns BANDIDOS do PT.

  6. Juca
    quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016 – 17:01 hs

    Já sei, o Conselheiro Valter Shuenquener de Araújo confundiu o pedido com habeas corpus e concedeu a liminar.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*