Itapar participa de expedição de resgate de peças do 'Kasato Maru' | Fábio Campana

Itapar participa de expedição de resgate
de peças do ‘Kasato Maru’

navio

Nesta terça-feira (16), o Instituto Tecnológico e Ambiental do Paraná (Itapar) e a Sociedade Geográfica da Rússia – SGR assinam termo de cooperação técnica e científica para realização da expedição científica Kasato-Maru, o navio que, em 1908, trouxe para o Brasil os primeiros imigrantes japoneses, e afundou em águas russas em agosto de 1945, após ser bombardeado por aviões russos.

Além do resgate das peças da embarcação (âncoras, sino, leme, timão e demais artefatos), serão feitas pesquisas que envolverão questões como aquecimento global, biologia marinha, estudo da zona de mistura rio-mar e análise de lagos vulcânicos.

A assinatura do termo acontecerá via Skype entre o presidente do Itapar, Acef Said, Aleksandrov D.G. e Sergey M. Fazlullin, respectivamente diretor executivo e vice-presidente, da Sociedade Geográfica da Rússia, e Yuriy Mozgovoy, primeiro secretário da SGR, representado o embaixador da Federação da Rússia no Brasil, Sergey Akopov, a partir das 11h30, na sede do Instituto (Rua Ângelo Sampaio, 1564), no bairro Batel em Curitiba.


Um comentário

  1. terça-feira, 16 de fevereiro de 2016 – 10:47 hs

    “Parabéns pela iniciativa de resgate da história, da memória e do que significou para a história. O kasato Maru foi um marco dessa feliz parceria entre o Brasil e o Japão com os primeiros imigrantes. O Brasil é o País com maior número de japoneses fora do Japão. E seus descendentes, em sua grande maioria conservam as tradições, usos e costumes da terra do sol nascente. Ainda temos muito a aprender com eles…” – Profº Celso Bonfim

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*