Cirurgias no HC são canceladas por falta de anestésico e greve está marcada | Fábio Campana

Cirurgias no HC são canceladas por falta
de anestésico e greve
está marcada

hc ufpr

O sindicato dos trabalhadores do Hospital de Clínicas realiza manifestação de 24 horas nesta quarta-feira (24) para cobrar melhorias junto à reitoria da UFPR . Segundo José Carlos de Assis, coordenador-geral do Sinditest, a situação é tão ruim que nesta terça-feira (23), as cirurgias foram canceladas pela falta de anestésicos. As informações são Luiz Henrique de Oliveira e Djalma Malaquias na rádio Banda B.

“Após a implantação da Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares) piorou muito as condições de trabalho. Faltam medicamentos e equipamentos básicos, prejudicando os pacientes. Vamos parar por 24 horas amanhã, aqui e em outros hospitais ligados às universidades federais, para cobrar o governo. Queremos que todos os funcionários do HC participem do movimento, porque a situação está insustentável”, disse José Carlos.

Além da falta de anestésico, o sindicalista fez outra denúncia grave. “Na semana passada faltou quimioterápico para pacientes com câncer. Amanhã, pedimos a compreensão da população pelo não atendimento, mas isso se faz necessário. Estaremos no hall da reitoria da Universidade Federal do Paraná para mostrar como está a situação dos hospitais”, relatou.

O contrato da Ebserh com a UFPR foi defendido à época por ser a única forma de garantir melhorias no HC, tanto para os funcionários quanto para os pacientes. A Banda B entrou em contato com a assessoria da UFPR e aguarda retorno.


3 comentários

  1. Moisés Fróes
    terça-feira, 23 de fevereiro de 2016 – 19:46 hs

    Essa estatal dos hospitais só foi criada para acomodar o PAC – Programa de Ajuda aos companheiros – corruPTistas claro.

  2. Moisés Fróes
    terça-feira, 23 de fevereiro de 2016 – 19:47 hs

    Rei Midas tocava virava ouros; os corruPTos do PT tocam vira bosta…

  3. JÁ ERA...
    quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016 – 11:43 hs

    Que saudade da época que tudo no país andava às mil maravi-
    lhas. O HC e a Santa Casa de Curitiba eram autosuficientes e
    os atendimentos aos carentes andava como em hospitais particul-
    lares com materiais importados e tudo mais. Hoje !?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*