Copel institui empresa para comercializar energia elétrica | Fábio Campana

Copel institui empresa para comercializar energia elétrica

reinhold stephanes

Nesta quinta-feira (28) a Copel instituiu uma empresa de comercialização, passando a atuar com mais efetividade no competitivo mercado livre de compra e venda de energia.

A Copel Comercialização S.A. foi criada a partir de uma alteração do estatuto da Copel Participações S.A., cujas funções serão assumidas pela diretoria de Finanças e Relações com Investidores da companhia. O quadro de diretores da empresa também permanece o mesmo, tendo à frente o ex-ministro Reinhold Stephanes.


11 comentários

  1. sexta-feira, 29 de janeiro de 2016 – 16:19 hs

    A escolha pelo dirigente não poderia ter sido melhor. A biografia de Stephanes fala por si só.

  2. consumidor
    sexta-feira, 29 de janeiro de 2016 – 16:53 hs

    não larga o osso

  3. Benedito
    sexta-feira, 29 de janeiro de 2016 – 17:23 hs

    Realmente Eduwaldo, a Copel não poderia ter um Diretor tão técnico no perfil do Dr. Reinold Stephanes melhor.
    Parabéns Beto pela escolha na sua Diretoria.

  4. aldebaran
    sexta-feira, 29 de janeiro de 2016 – 17:31 hs

    não é bem o osso que esse cidadão nao larga se a gente pegar a biografia dele a uns 40 anos esse senhor esta enfiado nessas tetas é inss é banestado é copel é ministerio etc e etc ele não larga é do filé isso sim

  5. Big Peter
    sábado, 30 de janeiro de 2016 – 2:17 hs

    Tava faltando cabide…

  6. chaves
    sábado, 30 de janeiro de 2016 – 2:32 hs

    Minha parte quero em redução real das tarifas,que foram mais de 50 % no ano passado,arrochando o trabalhador e inviabilizando novos investimentos nas indústrias

  7. sábado, 30 de janeiro de 2016 – 10:37 hs

    O SR STEPHANES, TEM COMPETENCIA E CAPACIDADE PARA QUALQUER CARGO, EXPERIENCIA ELE TEM DE SOBRA,,NAO FIQUEM COM INVEJA, ;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;;

  8. Palpiteiro
    sábado, 30 de janeiro de 2016 – 10:44 hs

    Mais um cabide de empregos e favores às custas do dinheiro público. As estatais federais e estaduais tem que ser privatizadas.

  9. valdir izidoro silveira
    sábado, 30 de janeiro de 2016 – 14:04 hs

    Entra governo, sai governo quer à esquerda, quer à direita e nessa águas esse rolha do Reinhold Stephanes tá sempre boiando. Haja engov!

  10. marta reinosos
    domingo, 31 de janeiro de 2016 – 1:45 hs

    ainda vivo e mamando sempre – 5 aposentadorias e ainda quer mais dinheiro público – aliás, e onde anda o filhotinho!!!???

  11. QUESTIONADOR
    segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016 – 12:25 hs

    -Antes da COPEL criar uma nova empresa, deverá responder aos paranaenses porque nossa conta de energia está tão alta, haja visto, que o Paraná é um estado exportar de energia elétrica???
    -Outra pergunta para o Sr. Stephanes: Por que a COPEL vende a energia excedente à preços tão baixos e não em cotação internacional???
    -Outra pergunta: Sr. Stephanes, a COPEL ampliará sua produção de energia e as consequentes linhas de transmissão independentes do sistema nacional, ofertando custos reduzidos para o povo paranaense e sua economia???

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*