Dilma: maior erro foi não perceber tamanho da desaceleração | Fábio Campana

Dilma: maior erro foi não perceber tamanho da desaceleração

dil
Presidente quer que inflação volte para o teto da meta, de 6,5%, ainda este ano

A presidente Dilma Rousseff disse nesta quinta-feira que quer que a inflação retorne para a banda superior da meta de inflação, ou seja, 6,5%, ainda este ano. E que seu governo vai “fazer de tudo” para cumprir o superávit de 0,5% do PIB. Em entrevista a jornalistas que cobrem o Palácio do Planalto pela manhã, ela afirmou crer que 2016 será um ano melhor do que o ano passado porque, segundo ela, os fatores que levaram à alta dos preços em 2015 estão em declínio. Em um raro mea-culpa, Dilma disse que o maior erro do governo foi não perceber, ainda em 2014, o tamanho da desaceleração da economia.

— Nosso objetivo é que ela (a inflação) volte o mais rapidamente para o centro da meta. O Banco Central está falando que nós olharemos isso num horizonte de até 2017, a respeito dos 4,5%. Eu estou dizendo que nós queremos nos aproximar da banda de cima da meta o mais rápido possível este ano — afirmou.

Ao assumir o erro de não ter previsto a desaceleração, Dilma também citou a seca e reconheceu que outro erro pode ter ocorrido: o de não ter tomado medidas na rapidez necessária. Ela ressalvou que todas as atividades humanas são passíveis de erros. Ela citou como fatores externos crises econômicas em países com os quais o Brasil se relaciona e a queda “brutal” no preço das commodities.

— O maior erro do governo, estou falando de 2014 e que teve repercussão em 2015: nós, como muitos, não percebemos o tamanho da desaceleração que ocorreria em decorrência de efeitos externos e internos. Você pode ter tido outros (erros) também, o de não ter tido rapidez em tomar alguma medida. Qualquer atividade humana é passível de erro.

Ela repetiu o que o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, disse na quarta-feira, que não há coelho na cartola para salvar a economia:

— Eu acho que não tem um coelho numa cartola, porque a questão da estabilidade macroeconômica tem a ver com duas grandes ações que uma está ligada a outra que nós temos de encaminhar. A primeira é a estabilidade macroeconômica. A estabilidade macroeconômica ela tem o seguinte componente fundamental: o reequilíbrio fiscal do país. Nós viemos perdendo receitas de forma sistemática. Mesmo com os cortes significativos que fizemos nas despesas nós tivemos quase 104 bilhões, nós não conseguimos superar a queda acentuada da arrecadação decorrente do fato de ter havido uma redução de lucros e salários — explicou a presidente.

Publicidade

Para Dilma, “é importante para o mundo que a China recupere seu nível de crescimento econômico”.

Perguntada se o governo pretende usar as reservas internacionais para alavancar créditos e investimentos, Dilma disse que esta não é uma medida que esteja em estudo.

A presidente elencou como importantes para a equalização fiscal e retomada do crescimento a aprovação da DRU e da CPMF, de Medidas Provisórias tributárias que estão no Congresso como importantes, a reforma da Previdência, a concessão de portos, aeroportos e estradas e medidas para diminuir a burocracia e melhorar o ambiente para investimentos privados.


13 comentários

  1. Helena
    quinta-feira, 7 de janeiro de 2016 – 23:42 hs

    Burrinha hein? o Brasil e o mundo todo viu, só ela que não… Precisa voltar para o mobral.

  2. Big Peter
    sexta-feira, 8 de janeiro de 2016 – 2:29 hs

    A petezada ordinária fez tanta sujeira, lambuzou-se a noite inteira até ficar saciada, só pra relembrar Geni e seu Comandante, já que estamos em tempos de Chico Buarque; nessa bacanal vermelha, não restou sequer um petista pobre, ou com alguma vontade a ser satisfeita.
    Todos, literalmente, deitaram e rolaram; chafurdaram à vontade na lama asquerosa e imunda da patifaria, do roubo, do desvio, da picaretagem e da malandragem, e agora vem essa madama, com seu passado e sua história, pagar uma de santa e de competente, mesmo fazendo parte do comando da maior quadrilha já formada na história?
    Oras, dá licença né tia. Quem não te conhece que te compre. A você, e ao resto do bando, que já deveria estar, há muito tempo, no mínimo, na cadeia.

  3. joao
    sexta-feira, 8 de janeiro de 2016 – 6:53 hs

    Os ambulantes e pipoqueiros das esquinas já diagnosticativa a situação, que pós copa do mundo haveria estagnação, pior ainda seria se o governo se reelegesse. As pedaladas e a disparada do dolar, aliado com a “bolha chinesa” o Brasil ficou anestesiado, e os “médicos” desacreditados envolvidos em operações que deixou o país em vulnerável. O desemprego, empresas fechando as portas, e o excesso de tributos, economicamente inóspito, exceto o mercado agrícola que ainda é o coração do Brasil graças as exportações

  4. COMANDO
    sexta-feira, 8 de janeiro de 2016 – 7:54 hs

    Maior erro foi os brasileiros elegerem pessoa não qualificada…

  5. Jair Pedro
    sexta-feira, 8 de janeiro de 2016 – 8:19 hs

    O quê todo mundo sabia, ela e sua equipe de inteligentes não percebia. Governante perdulária, porque não quer cortar gastos. Mentirosa porque sabia sim, porém entre falar a verdade e estar sujeita a ser derrotada nas eleições, preferiu a mentira. Agora quer que o povo, principalmente o trabalhador, pague as despesas da farra.
    Alguém com um mínimo de inteligência é capaz de dizer quem vai ser onerado com a CPMF?

  6. Do Interior....
    sexta-feira, 8 de janeiro de 2016 – 8:33 hs

    pera aí…. “… nós como muitos…”… não!!!!… Todos já sabiam disso Dilma mandioqueira sapiens.

    Engraçado que o LuLLa e a Dilma, nos discursos sabem de tudo e dão opinião em tudo. Só não sabem quando o Brasil é roubado e quando assinam papéis sem ler, como no caso de Pasadena, nos EUA.

    Para mim, eles nunca saberão nada!

  7. ELEITOR DE BOA MEMORIA
    sexta-feira, 8 de janeiro de 2016 – 8:46 hs

    O MAIOR ERRO ACONTECEU EM 2002 QUANDO O POVÃO(NÃO EU) ELEGEU O LULA PRESIDENTE, DE LÁ PARA CA SÓ “ERROS” E AINDA TEM GENTE QUE NÃO ENTENDE NEM DESENHANDO

  8. SOLANGE LOPES
    sexta-feira, 8 de janeiro de 2016 – 10:00 hs

    Esta faz jús ao nome de anta sentada.

  9. sexta-feira, 8 de janeiro de 2016 – 10:09 hs

    Dizer que o Governo (Dilma) não previu a tempo sobre a situação econômica-financeira do País e mais uma mentira deslavada dessa péssima DESgovernança. Mente e não fica mais corada, a única coisa boa que ela fez foi para si mesma, através de botox e emagrecimento a custa do nosso dinheiro, pagando pilates, botox e otras cositas mas.A mulher não se emenda, quer alcançar o nível da meta, mais que meta ? Se inexiste meta a ser alcançada, pois nada foi fixada.

  10. zangado
    sexta-feira, 8 de janeiro de 2016 – 10:43 hs

    A presidenta não tem a mais mínima condição de continuar; como é que pode dizer que não percebeu o tamanho da desaceleração sendo presidenta com trinta e poucos ministérios?

    Só sendo PRESIDANTA mesmo !!!

  11. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 8 de janeiro de 2016 – 10:46 hs

    Mentiras, mentiras, mentiras… Porque não diz que ela queria falar que o Brasil estava falido durante a campanha, mas, João “Feira” Santana não deixou e mandou ela mentir.

  12. Antonio Alvaro Rosar
    sexta-feira, 8 de janeiro de 2016 – 11:51 hs

    Veja como são as coisas. A imprensa notícia que o Governo do Estado do Paraná está passando por momentos de dificuldades financeiras. O governador Beto Richa aumentou o IPVA para nós trabalhadores e pagadores de impostos. Mas parece que essa corja que vive mamando nas tetas do estado, tudo está tudo muito bem, obrigado.

    Na última quinta-feira (31/12), onde todas as repartições do estado já estavam fechadas, encontrei um funcionário do Governo do Estado, com um carro do estado, se dando o luxo de ir na Panificadora Real em Umuarama, comprar pão ou simplismente fazer um lanchinho. Detalhe: Carro do estado, com combustível pago pelo estado.

    Infelizmente não tenho como identificar quem era o “servidor”, mas o Governo do Estado tem por meio da placa de quem usa este veículo. Vamos compartilhar até chegar ao governador Beto Richa. Espero que este faça alguma coisa para acabar com essa farra paga com dinheiro do povo. ‪#‎Vergonha‬ ‪#‎Compartilhe‬

  13. Do Interior....
    segunda-feira, 11 de janeiro de 2016 – 9:19 hs

    Antonio Alvaro Rosar, te ocorreu de que este funcionário pode estar indo fazer as compras para fazer um plantão de 24 horas, no meio do nada? Ou você acha que, p.ex. o pessoal da vigilancia sanitária que trabalha em Porto Camargo come o quê?
    Já vi estes comentários anteriormente. Mas pense ates de falar do que não sabe ou não entende nada para defender os bandidos petistas ou atiçar o ódio contra o governador. Nosso governador está longe de ser ótimo. Mas ainda é o “menos ruim” do que está por aí ou poderia ser.

    Antes o Richa do que o comedor de mamona ou a titia gleisi.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*