Richa entrega 400 vagões e locomotivas para a Ferroeste | Fábio Campana

Richa entrega 400
vagões e locomotivas
para a Ferroeste

índice

“O Paraná, vai bem, obrigado”, diz o governador Beto Richa, satisfeito com os resultados de seu ajuste fiscal que já lhe permite investimentos, enquanto outros estados não conseguem pagar a folha do funcionalismo. Richa entregou , ontem, em Cascavel, cinco novas locomotivas e mais 400 vagões graneleiros para a Ferroeste. As novas máquinas, investimento de R$ 4 milhões, vão agilizar o escoamento da produção da região. A ferrovia tem agora 15 locomotivas em operação e 400 vagões de frota própria. “Com esse reforço, a partir do ano que vem, teremos dobrado a capacidade operacional da Ferroeste. Mais um importante avanço para conseguirmos um desenvolvimento mais vigoroso para o Paraná”, disse Richa.

Em cinco anos, o governo Beto Richa já investiu mais de R$ 8 milhões na compra de equipamento para modernizar a Ferroeste. Nos anos de 2007 a 2010, os investimentos na Ferroeste foram de R$ 490 mil. A previsão é de que em 2016 a ferrovia transporte 1,5 milhão de toneladas de produtos. Segundo o presidente Ferroeste, João Bresolin, é o dobro do movimentado em 2015. “Um grande investimento que a região Oeste esperava muito. Teremos melhores condições de escoar a nossa produção para o Porto de Paranaguá barateando o frete”, disse.


8 comentários

  1. Valmor Lemainski - Cascavel
    sábado, 12 de dezembro de 2015 – 11:37 hs

    E aqueles que diziam que o estado estava quebrado não dizem nada agora?…
    Devagarinho o governo estadual está devolvendo um pouco do muito que o oeste paranaense contribuiu com o Paraná… Merecemos muito mais…

  2. zangado
    sábado, 12 de dezembro de 2015 – 11:44 hs

    De que Paraná ele está falando?
    Do Paraná do confisco dos aposentados e pensionistas, da tunga nos servidores e professores, do arrocho fiscal nos contribuintes, das bombas na Praça da Salete, das seguidas ações de inconstitucionalidades de suas leis e decretos (mais uma ontem, arguida pela OAB), da redução nos precatórios dos mais carentes, etc ?
    Não convence porque não tem nada a mostrar depois de 60 meses de
    desgoverno, então, tira foto usurpando cacete de “trabalhador” (ufa …) fazendo propaganda enganosa com dinheiro que sonegou dos aposentados, servidores e contribuintes.

  3. M.E.J.
    sábado, 12 de dezembro de 2015 – 12:01 hs

    Vamos ver se a Gazetona vai dar algum destaque.

    Fosse uma escola destelhada com a chuvarada;
    Fosssem algumas viaturas com problemas mecânicos,

    Daria capa de domingo.

  4. Rock
    sábado, 12 de dezembro de 2015 – 12:41 hs

    Calhorda esquece que para esses investimentos teve que aumentar ICMS., Luz, Água, Pedágio com isso tirando a oportunidade do povo mais pobre a oportunidade de se alimenta melhor.

  5. Rock
    sábado, 12 de dezembro de 2015 – 12:42 hs

    Digo, alimentar melhor,

  6. zé povinho
    sábado, 12 de dezembro de 2015 – 12:56 hs

    Pena que o piá de prédio não pensou bem antes daquele entrevero com a professorada, agora muita gente ainda continua pedindo mais salário e menos aulas. Incrível é como as promessas feitas por ambas as partes não se concretizaram, as aulas na maioria das escolas acabaram e o Betinho antecipou até o “décimo” da professorada. Assim perdemos todos, os alunos que aprenderam menos, e a sociedade que viu a professorada receber antes da hora certa.

  7. domingo, 13 de dezembro de 2015 – 11:42 hs

    Não todos correto? E os professores o quem a dizer ?

  8. Adilson Carneiro
    sábado, 24 de setembro de 2016 – 17:46 hs

    o que adianta comprar uns lixos dessa locomotivas??fazem uma viagem e ficam 1 mes na oficina!!so prejuizo e quanto milhões o diretor Rodrigo levou nessa??
    Adilson Ferroeste(não tenho medo de me esconder)ja sou aposentado

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*