Impeachment fica parado até fevereiro | Fábio Campana

Impeachment fica parado até fevereiro

O Antagonista

“Em tese, na próxima quarta-feira o STF ditaria o ritual correto para tramitação legislativa do caso. Porém, como sobram dúvidas a respeito do que é permitido pela Constituição, pela lei específica e pelo regimento interno do Congresso Nacional, mais provável é o adiamento da deliberação até à volta do recesso, em fevereiro”.

Dilma Rousseff queria apressar o processo de impeachment, revogando o recesso.

Deve ter mudado de ideia, porque a decisão de Edson Fachin, na prática, congelou os trabalhos parlamentares.

No próximo dia 16, nada será decidido no STF.

E os deputados poderão voltar das férias com alguns elementos a mais: a pressão popular, a calamidade econômica, o rebaixamento da nota do Brasil, o depoimento de Nestor Cerveró ou de Delcídio Amaral.


3 comentários

  1. FUI !!!
    quinta-feira, 10 de dezembro de 2015 – 8:57 hs

    Assim vai caminhando o nosso país, a passo de tartaruga. É uma
    vergonha pensar que somos governados por bandidos que fazem
    o uso das leis do jeito que querem. Este é o retrato do Brasil deca-
    dente onde o mais prejudicado é o povão.

  2. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 10 de dezembro de 2015 – 10:40 hs

    As pessoas fazem o que foram nomeadas para fazer.

  3. Almir
    quinta-feira, 10 de dezembro de 2015 – 12:07 hs

    Acho que podemos fechar o congresso Nacional, temos um paranaense que me envergonha de ser paranaense, mas em compensação manda mais que 532 deputados e 82 senadores eleitos pelo povo, e olhe que este ser é apenas nomeado, opa? será de nomeado manda mais que aqueles eleito pelo povo!
    Almir

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*