Família Requião | Fábio Campana

Família Requião

da Assessoria – Câmara Municipal de Curitiba

Ainda na segunda os vereadores votam projeto do Executivo (005.00023.2014) que reverte a doação de um terreno, localizado na rua Vicente Machado para a família do senador Roberto Requião (PMDB-PR). O imóvel foi doado ao Município pelos pais do político em 1949, para que fosse dada continuidade ao trajeto da rua Prudente de Moraes, entre as avenidas Carlos de Carvalho e Vicente Machado, mas a obra nunca saiu do papel.


8 comentários

  1. Cesar
    segunda-feira, 14 de dezembro de 2015 – 15:37 hs

    Que tal um projeto de lei que acabe com a vergonhosa aposentadoria vitalícia do Requião?
    O sujeito recebe salário de senador e mais uma aposentadoria vitalícia de 25 mil reais.Um verdadeiro escárnio!

  2. segunda-feira, 14 de dezembro de 2015 – 16:12 hs

    O que ele vai fazer com o terreno ? vender e doar para alguma instituição de caridade ?

    ahh, esses SOCIALISTAS DE IPHONE …

  3. zé povinho
    segunda-feira, 14 de dezembro de 2015 – 16:34 hs

    Disse tudo César, agora só falta isto mesmo, o Senador Maluco até desgovernou a cidade durante um tempo em que ele fingiu que era prefeito. Mas esta estória está muito mal contada, porque devolver um terreno se a famiglia do Senador Maluco não o está pedindo de volta? Alguém sabe explicar o que motivou tal “devolução”?

  4. Cesar
    segunda-feira, 14 de dezembro de 2015 – 16:44 hs

    Requião vai vender o terreno para comprar bolsa de 100 mil reais da Louis Voitton para sua esposa,lá no shopping dos magnatas,Pátio Batel.

  5. Estamos de olho!
    segunda-feira, 14 de dezembro de 2015 – 16:56 hs

    Depois de 66 anos sem pagar IPTU, eles recebem devolta um terreno muito bem valorizado e localizado… O Guga está tentando apoio para reeleição? Só aqui mesmo.

  6. Dionleno
    terça-feira, 15 de dezembro de 2015 – 7:50 hs

    Com o dinheiro da venda do terreno vai ter licor de mamona pra todos seus seguidores inclusive os animais silvestres do pt.

  7. eloy giraldi
    terça-feira, 15 de dezembro de 2015 – 8:48 hs

    Essa é a “Carta de Puebla”, do Senador mamonita!!!

  8. xiru de palmas
    terça-feira, 15 de dezembro de 2015 – 10:22 hs

    Se o terreno foi doado com destino específico a prefeitura deverá realizar o destino. Como em 66 anos a prefeitura nada fez, e claro que nada fará. a doação deverá ser revertida É apenas o cumprimento da lei.
    Mas os grandes neoliberais que assinam estes comentários confundem direito com a posição política.
    Garanto que se o terreno fosse doado pelo pai do Zé da Esquina e ele recebesse de volta não haveria esta gritaria toda.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*