Consumo de combustíveis tem primeira queda anual desde 2003 | Fábio Campana

Consumo de combustíveis tem primeira queda anual desde 2003

gasolina
Do Radar

As vendas de combustíveis no país caminham para a primeira queda anual desde 2003. No acumulado de onze meses do ano, caíram 4,1%, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP).

Em novembro, o consumo de diesel, que já vinha em declínio, recuou 7% em novembro em relação ao mesmo mês de 2014.

A surpresa veio no consumo dos veículos leves: o aumento nas vendas de etanol não foi suficiente para conter a queda no consumo de gasolina. Somadas, as vendas dos dois combustíveis caíram 1% na mesma base de comparação, no primeiro recuo em dez meses.

Se ajustado pela menor eficiência do álcool, que passou a ter mais representatividade, o tombo é de 3%, nas contas do Citi.


4 comentários

  1. ZEZO
    segunda-feira, 28 de dezembro de 2015 – 23:08 hs

    Basta ver nas rodovias que o fluxo de caminhões-tanque diminuiu razoavelmente!

  2. FUI !!!
    terça-feira, 29 de dezembro de 2015 – 8:05 hs

    Nenhuma análise economica mede a realidade dos fatos que estão
    acontecendo no Brasil. A gasolina é apenas a ponta do iceberg.
    O consumo dos brasileiros foi para o lixo. Desemprego, inflação
    nas núvens e a falta de motivação para viver desencadeou uma
    onda de desanimo que é impossível de controlar. Quando um gover-
    no honesto estimula o povo a andar junto com certeza vai ser vito-
    rioso, porem quando o governo manda apenas o povão pagar a
    conta, fica difícil…

  3. terça-feira, 29 de dezembro de 2015 – 11:59 hs

    Há mesmo que se repensar o consumo de combustíveis. Precisamos de padrões já adotados em alguns países europeus: transporte público de qualidade, carona solidária e meios alternativos.
    Pelo fim do IPI para bicicletas!

  4. zé povinho
    terça-feira, 29 de dezembro de 2015 – 12:02 hs

    Mas isto é tudo culpa do FHC, este velho maldito deixou uma bomba relógio que só explodiu agora. E tudo isto foi só para ferrar com os sonhos dos mortandelas indignados.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*