Briga tumultua Conselho de Ética | Fábio Campana

Briga tumultua
Conselho de Ética

agressao-camara

O Globo

BRASÍLIA — A sessão no Conselho de Ética na manhã desta quinta-feira, em que seria apresentado projeto defendendo o afastamento do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), do cargo até o julgamento do seu caso, chegou a ser suspensa após uma briga entre os deputados Zé Geraldo (PT-PA) e Wellington Roberto (PR-PB). Os dois bateram boca e até trocaram tapas no início da sessão. Após o tumulto, a reunião foi retomada e ficou decidido que o afastamento de Cunha será discutido na próxima sessão, marcada para terça-feira, dia 15, assim como a apresentação do relatório do deputado Marcos Rogério (RO). O parlamentar assumiu oficialmente o processo contra Cunha, no lugar do relator Fausto Pinato (PRB-SP), substituído ontem.

A confusão entre os dois parlamentares no início da sessão se intensificou quando o deputado Zé Geraldo disse: “a turma do Cunha quer bagunçar”. Nesse momento, o deputado Wellington Roberto, que estava sentado atrás dele, avançou em direção a ele e o agrediu com tapas.

— Aceito tudo, mas me tocar, não — berrou o deputado petista.

— Macho nenhum vai tocar em mim, não. O senhor é moleque — respondeu Roberto.

Vários parlamentares interferiram para que a briga não ficasse mais violenta. O presidente do Conselho, José Carlos Araújo (PSD-BA), reclamou quando a confusão foi contida.

– Leia aqui a reportagem completa.


Um comentário

  1. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 10 de dezembro de 2015 – 14:06 hs

    Se isso tudo acontece na comissão de ética, imaginem então o que acontece na comissão de sacanagens…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*