A dança de Salamuni depois de aprovar projeto que beneficia Requião | Fábio Campana

A dança de Salamuni depois de aprovar projeto que beneficia Requião

do Fernando Tupan

Depois de aprovar a doação irregular de uma área de 300 metros quadrados para a família do aliado político, Roberto Requião (PMDB), o líder do prefeito na Câmara Municipal de Curitiba, Paulo Salamuni (PV), valsou com a vereadora Julieta Reis (DEM) para comemorar a vitória. Durante 2 dias, Salamuni aguentou as acusações do desafeto Professor Galdino (PSDB) de que o projeto deveria ser arquivado, devido o pedido ter sido solicitado 43 anos depois do prazo estipulado pela própria prefeitura. Ao som da banda Lyra o verde relaxou e mostrou como é um pé de valsa.


20 comentários

  1. Ketlin Pamella
    quinta-feira, 17 de dezembro de 2015 – 16:30 hs

    É saudades do amigo Requião.

  2. ELEITOR DE BOA MEMORIA
    quinta-feira, 17 de dezembro de 2015 – 16:35 hs

    DEVERIAM TER DANÇADO A VALSA DA VERGONHA.O SAMBA DO ROLO E O FUNK DO É O FIM

  3. Doutor Prolegômeno
    quinta-feira, 17 de dezembro de 2015 – 16:35 hs

    O prefeito deveria vetar.

  4. Karamba
    quinta-feira, 17 de dezembro de 2015 – 16:43 hs

    Não curti

  5. Cesar
    quinta-feira, 17 de dezembro de 2015 – 17:25 hs

    O baixo clero dominou todas as instâncias políticas e resultado disso está aí.
    Gente desqualificada,transformaram um lugar que deveria primar pela seriedade,pela formalidade, num verdadeiro bordel.

  6. Gabriela
    quinta-feira, 17 de dezembro de 2015 – 17:49 hs

    Enquanto a malandragem se diverte com o dinheiro do povo, o povo se ferra para sustentar suas famílias. pobre Brasil, crise para muitos e vida boa para alguns aproveitadores.

  7. Falido e mau pago
    quinta-feira, 17 de dezembro de 2015 – 18:21 hs

    Para que serve mesmo um vereador? Serve para ensinar balet? E o PV significa partido das verdinhas? É isso?

  8. Renato Britto Barros
    quinta-feira, 17 de dezembro de 2015 – 19:55 hs

    Não sei que está pior na foto.
    A camara de Curitiba ou a camara Federal.

  9. De olho nas notícias!
    quinta-feira, 17 de dezembro de 2015 – 20:27 hs

    Com certeza, o próximo par do dançarino será Álvaro Dias, o mais novo verde do pedaço!

  10. Dejanir ferreira
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2015 – 8:16 hs

    A devolução do terreno aos herdeiros do terreno não foi ilegal. Desrespeito a população foi a prefeitura ter recebido um terreno em doação e nunca ter feito nenhuma obra para beneficiar a população.
    Além da devolução do terreno a Prefeitura ainda deveria ter indenização a família Requião pelo desrespeito, haja vista que a doação do terreno tinha um finalidade certa!

  11. Jagj
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2015 – 9:19 hs

    Agora o circo tá completo , palhaços e banda!

  12. JOHAN
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2015 – 9:28 hs

    Caro FÁBIO, vejamos a que NÍVEL a classe política está REBAIXADA e comprometida com a sociedade e preocupada com a situação atual. POBRES CURITIBANOS, com esses nomes dirigentes. Lamentável.

  13. O Insuportável
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2015 – 9:28 hs

    Ele sabe que o filho de Requião, o deputado, será um dia (que não se fará tardar) governador do Estado, e por certo se lembrará dessa defesa inusitada que o verdoengo vereador fez em prol do patrimônio imobiliário requianista, mesmo que, mero detalhe, às custas do povo de Curitiba!!! É que 300m², naquele local, passa fácil de 1 milhão, isto é, uma graninha boa pra chuchu nestes tempos de vacas magras!!!!

  14. Dosel Jr.
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2015 – 9:37 hs

    Sabem por que da Banda Lira? Salamuni já tinha manobrado com seus asseclas sem pudor o resultado da votação por puro interesse pessoal, e convocou os coitados dos músicos mal pagos para o espetáculo circense.. Vocês sabem do que um escoteiro é capaz se lhe mostrarem um canivetinho? Perguntem para o lobinho Salamuni…pois o Requião lhe prometeu um com lamina dourada e cabo de chifre
    de zebu.

  15. Cesar
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2015 – 9:52 hs

    O baixo clero domina todas as esferas do poder.A câmara de vereadores deveria ser um local sério,formal,pois ali, decisões importantes,que mudam a vida das pessoas,são apreciadas(ou,pelo menos,deveriam ser…).
    Transformaram este lugar num verdadeiro bordel.

  16. Recruta Zero
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2015 – 10:33 hs

    A Casa do Povo virou gafieira ?

  17. Cesar
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2015 – 11:16 hs

    Tem um cidadão que quer,além da devolução do terreno ao Requião,indenização… Santo Deus!,será que a aposentadoria vitalícia de 25 mil reais,pagas com o imposto suado dos trabalhadores,não é suficiente?

  18. Zabra Q Tize
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2015 – 11:43 hs

    Pé de valsa, mas, continua solteirrrão. Pousa mas não fere.

  19. Fala sério pô
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2015 – 13:16 hs

    A Prefeitura cortando 20% de berçários e os vereadores doando terrenos do município.
    Não seria mais adequado leiloar e arrecadar alguns trocados?
    Hein Salaimunde?

  20. Rock
    sexta-feira, 18 de dezembro de 2015 – 14:07 hs

    Quanto mal humor dessa turma é natal é final de ano um pouquinho de descontração não faz mal a ninguém.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*